Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ibama chama influenciador Agenor Tupinambá de 'infrator' e repudia intimidação a servidores

Ibama devolveu hoje a capivara ao tiktoker após decisão da Justiça; nas redes sociais, órgão público foi criticado pela condução do caso

Famosos e TV|Do R7

Agenor Tupinambá se reencontra com a capivara Filó e leva o animal para casa
Agenor Tupinambá se reencontra com a capivara Filó e leva o animal para casa Agenor Tupinambá se reencontra com a capivara Filó e leva o animal para casa

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) chamou o influenciador Agenor Tupinambá de "infrator" e repudiou aquilo que classificou como "intimidação" a seus servidores. Tupinambá é o tutor da capivara Filó, epicentro de uma polêmica que causou mobilização nas redes sociais.

O Ibama devolveu neste domingo (30) a capivara ao seu tutor após decisão da Justiça que determinou a soltura do animal. O órgão público estava com Filó desde que o influenciador foi acusado de cometer abuso, maus-tratos e exploração.

"A ordem judicial será cumprida [ela foi cumprida no início da tarde]. A soltura deverá ocorrer em unidade de conservação previamente selecionada, que abriga outros indivíduos da espécie", diz trecho do comunicado publicado no site da instituição, que cita o influenciador como "infrator".

"O Ibama repudia a intimidação praticada contra seus servidores neste sábado (29/04), em uma clara tentativa de deslegitimar a atuação do Instituto no cumprimento da legislação ambiental", conclui a comunicação.

Publicidade

Agenor é um ribeirinho da cidade de Autazes, distante 111 km de Manaus, no Amazonas. Ele cuidava de Filó desde que a capivara era filhote e diz que a mãe dela teria sido morta por caçadores. O influenciador compartilhava o dia a dia com os animais silvestres que viviam com ele, o que foi considerado exploração pelo Ibama.

Então o órgão público determinou que o tiktoker entregasse a capivara. Porém, após grande mobilização do jovem, de personalidades públicas e de internautas, a Justiça concedeu a tutela provisória de Filó ao ribeirinho.

Publicidade

Leia o comunicado na íntegra:

Decisão judicial proferida neste domingo determina que o infrator Agenor Tupinambá permaneça como fiel depositário da capivara entregue por ele ao Ibama na última quinta-feira (27/04) até a soltura do animal.

Publicidade

A devolução da capivara à natureza tem sido o objetivo do Ibama desde o início do caso, por ser a melhor alternativa para o bem-estar do animal.

A ordem judicial será cumprida. A soltura deverá ocorrer em unidade de conservação previamente selecionada, que abriga outros indivíduos da espécie.

O Ibama repudia a intimidação praticada contra seus servidores neste sábado (29/04), em uma clara tentativa de deslegitimar a atuação do instituto no cumprimento da legislação ambiental.

Conheça Filó, a capivara que morava com o influenciador Agenor Tupinambá

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.