Famosos e TV Luisa Mell faz desabafo e fala sobre acidente do passado: 'Foi terrível'

Luisa Mell faz desabafo e fala sobre acidente do passado: 'Foi terrível'

Apresentadora de TV rebateu os boatos de que não teria prestado assistência à família de jovem que ficou em estado vegetativo 

  • Famosos e TV | Do R7

Assunto já havia sido abordado pela própria Luisa em biografia

Assunto já havia sido abordado pela própria Luisa em biografia

Reprodução/Instagram

Luisa Mell compartilhou um vídeo rebatendo os boatos de que não teria prestado assistência à família de uma jovem que ficou em estado vegetativo após um acidente de trânsito envolvendo a apresentadora. De acordo com a ativista, ao longo de 13 anos, ela teria doado mais de R$ 200 mil. O assunto já havia sido abordado pela própria Luisa no livro Como Os Animais Salvaram a Minha Vida. 

"Começaram a inventar outras coisas, todo dia uma notícia mais absurda do que a outra. E essa pessoa que orquestra conhece bem minhas dores, o que é mais assustador ainda, imaginar que uma pessoa é capaz disso. Estou falando do acidente que eu tive, que eu não escondi. Na minha biografia, tem um capítulo que foi o mais doloroso, onde relato tudo o que aconteceu, o quanto isso foi terrível para mim, o quanto eu ajudei por algum tempo, fora na Justiça", começou. 

Na sequência, a apresentadora afirmou que, mesmo após acordo na Justiça, continuou ajudando os familiares da jovem. "Depois, na Justiça, eu paguei tudo o que eu devia. E, mesmo depois do acordo na Justiça, onde eu não devo mais nada, não teve um ano que eu não doei dinheiro pra essa família. No total, eu doei mais de R$ 200 mil.  Então, é profundamente injusto e calunioso, e é com o único intuito de me destruir. E eu posso, sim, provar todas as doações que eu fiz, tanto em juízo, quanto fora do juízo."

O acidente citado pela apresentadora aconteceu há 13 anos, em São Paulo. À época, Luisa dirigia pela Avenida Francisco Morato e, ao pegar a via de acesso para a Avenida Jorge João Saad, fechou uma moto, que transportava duas pessoas. Uma das vítimas, no entanto, ficou em estado grave e hoje em dia necessidade de cuidados médicos específicos.

Sem citar nomes, Luisa Mell disse que vem sendo ameaçada. "Não queria estar aqui, porque ainda não estou totalmente recuperada, nem física, nem emocionalmente. Vocês não sabem a metade do que eu tenho passado. Depois de todo tipo de chantagem, ameaça, tortura psicológica, eu não cedi. Estou lutando. E começou um plano orquestrado para me destruir, conforme as ameaças diziam. Eu posso provar. É para destruir o meu instituto, a minha carreira, me desestabilizar. Estou aqui para esclarecer umas coisas."

Separação

Em junho desde ano, a ativista colocou um ponto final em seu casamento de 10 anos com o empresário Gilberto Zaborowsky após ele permitir que fosse feita uma lipoaspiração nela sem que ela autorizasse o procedimento.

"Sempre tive facilidade em perdoar. Até esqueço o que me fizeram. Achava uma qualidade. Mas este ano Não. Como perdoar se a dor ainda é viva? Tive o ano mais triste da minha vida. Ainda estou lutando para sobreviver ao horror que me fizeram. Como vou conseguir perdoar se ainda dói tanto? Se ainda choro quando me olho? Destruíram meu amor-próprio porque eles acharam que eu podia ficar melhor", contou ela na ocasião.

Violência médica

No mês passado, Luisa Mell voltou às redes sociais e recordou um episódio de uma violência médica que sofreu recentemente. A ativista desabafou sobre as sequelas piscológicas que tem enfrentado desde que passou por um procedimento estético sem o seu consentimento.

"Nunca mais vai ser daquele jeito. Nunca mais eu pude usar meu armário, as minhas roupas porque ele achou que eu tinha muita gordura baseado no conceito estético sei lá de quem. Não é justo isso, gente. Não é possível. Fora que ele machucou todo meu pescoço, depois eu vou mostrar pra vocês. Ele deixou marcas", contou.

Com lágrimas no rosto, Luisa disse acreditar estar longe de se recuperar o drama. "Desculpa, eu precisava falar pra vocês porque eu só penso em morrer nos últimos tempos... mas eu tenho meu filho, eu tenho meus bichos... Não quero viver assim. Esse post é justamente para que ninguém passe na vida por isso", disse ela.

Últimas