Famosos e TV Marília Gabriela fala de mudança para Portugal e admite saudade do ex-marido: 'Sinto falta dele'

Marília Gabriela fala de mudança para Portugal e admite saudade do ex-marido: 'Sinto falta dele'

A apresentadora disse não ter vontade de voltar ao trabalho na televisão por enquanto e estar feliz na Europa

  • Famosos e TV | Do R7

Marília Gabriela relembrou o ex-marido Zeca Cochrane, falecido em agosto de 2021

Marília Gabriela relembrou o ex-marido Zeca Cochrane, falecido em agosto de 2021

Reprodução/YouTube

Marília Gabriela falou como está sendo sua mudança para Portugal. Em entrevista ao canal Téte a Theo, comandado pelo filho dela Theodoro Cochrane, ela contou que não estava mais feliz morando em São Paulo devido aos acontecimentos dos últimos dois anos e decidiu se mudar para o país europeu.

"Nunca fui apegada a lugares. Minha vida sempre foi no trabalho, com isso sempre tinha algum lugar para ir, às vezes em São Paulo, no Rio, na Europa, por conta de alguma viagem. Então, eu estava sempre fora de casa. Percebo que sempre tive medo de qualquer tipo de vínculo que me deixasse presa", começou.

Em seguida, ela disse estar descontente em São Paulo por causa da pandemia e com vontade de mudar. "Comecei a ter a ideia de 'por que não arrumar um lugar fixo, estável e dali ter a facilidade de ir conhecer, desta vez sem o olhar profissional, por prazer e mera curiosidade, cidades de outros países? E Portugal é uma porta para a Europa", disse.

A jornalista relembrou o ex-marido Zeca Cochrane, pai de seus filhos, que morreu em agosto do ano passado.

"O passado que eu vivi em São Paulo já não existe mais. Perdi amigas, perdi seu pai [Zeca], que morreu, e eu sinto falta dele todo dia. Ainda que eu não falasse com ele, eu sabia que o Zeca estava lá", contou.

Por fim, ela falou sobre sua vida profissional e disse que, por enquanto, não quer voltar à TV. "Cansei. Chegou um dia que eu parei e me vi fazendo uma pergunta tão idiota a um entrevistado. Saí de lá e falei: 'Não quero mais'. Porque eu estava me repetindo tanto, que não tinha aquele apego."

Últimas