Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Morte de Matthew Perry: ator já entrou em coma por uso de drogas e gastou milhões em tratamento

O ator, de 54 anos, foi encontrado morto em sua casa, nos Estados Unidos, neste sábado (28)

Famosos e TV|Do R7


Matthew Perry já havia entrado em coma
Matthew Perry já havia entrado em coma

Matthew Perry, ator da série Friends, que foi encontrado morto, aos 54 anos, neste sábado (28), na casa onde morava, em Los Angeles, nos Estados Unidos — já havia revelado, durante uma entrevista à revista People, que chegou a entrar em coma e quase morreu por abuso de álcool e drogas. O eterno Chandler afirmou que tinha apenas 2% de chance de sobrevivência na ocasião. 

"Os médicos disseram à minha família que eu tinha 2% de chance de sobreviver. Fui colocado em uma coisa chamada máquina de ECMO, que faz toda a respiração do seu coração e dos seus pulmões. Ninguém sobrevive a isso", contou Perry na entrevista.

“Havia cinco pessoas colocadas em uma máquina de ECMO naquela noite. As outras quatro morreram, e só eu sobrevivi. Então a grande pergunta é: ‘Por quê’? Por que eu era o único? Tem que haver algum tipo de razão”, completou o ator, que também já lançou uma autobiografia em que conta a sua luta contra o vício em álcool e drogas.

Perry disse que quando começou a fazer Friends, aos 24 anos, a relação dele com a bebida era controlável. "Quando eu tinha 34 anos, eu estava realmente atolado em muitos problemas. Mas houve um tempo em que eu fiquei sóbrio. Durante a nona temporada foi o ano em que fiquei sóbrio o tempo todo. E adivinha em qual temporada eu fui indicado para Melhor Ator [no Emmy]? Eu estava, tipo, 'Isso deve me dizer alguma coisa'."

Publicidade

Entretanto, em outros momentos o vício era tão forte que afetou gravemente a saúde de Perry. O ator tentava esconder dos fãs a sua condição e contou com a ajuda do restante do elenco de Friends.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

"É como os pinguins. Na natureza, quando um está doente ou muito ferido, os outros pinguins o cercam e o sustentam. Eles andam ao redor dele até que aquele pinguim possa andar sozinho. O elenco fez isso por mim", relembra.

O artista ficou 15 vezes internado em clínicas de reabilitação e gastou US$ 9 milhões, ou R$ 45 milhões. Ele também passou por 14 cirurgias e precisou usar uma bolsa de colostomia por nove meses. 

Segundo a mídia internacional, a causa da morte do ator ainda não foi confirmada, mas há sinais de que ele sofreu um afogamento.

Rita Lee, Matthew Perry e Gloria Maria: veja famosos que morreram em 2023

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.