Famosos e TV 'Meus filhos são frutos do amor que vivi', diz Pétala Barreiros

'Meus filhos são frutos do amor que vivi', diz Pétala Barreiros

Influenciadora disse ao R7 que não teme a reação dos herdeiros ao saberem das acusações dela contra o pai deles, Marcos Araújo

Resumindo a Notícia

  • No fim do ano passado, Pétala Barreiros denunciou seu ex-marido por agressão
  • Além disso, a influenciadora disse que foi estuprada por ele aos 14 anos
  • Hoje, ela encoraja outras vítimas de violência a denunciarem seus agressores
  • Pétala admite que não tem vergonha de sua história e cria os filhos contra o machismo
Pétala Barreiros conta como tem ajudado outras vítimas de violência doméstica

Pétala Barreiros conta como tem ajudado outras vítimas de violência doméstica

Reprodução/Instagram

Pétala Barreiros ganhou o centro dos holofotes no fim do ano passado após denunciar o ex-marido, o empresário Marcos Araújo, por violência doméstica e estupro quando tinha 14 anos. Hoje, ela tenta ajudar outras mulheres a saírem dessa situação de vulnerabilidade e conta ao R7 como tem educado os filhos contra o machismo.

Embora não se sinta uma porta-voz, Pétala explica como tem ajudado as vítimas que a procuram para conselhos. "Nós mulheres devemos todas estar juntas em uma causa como essa. Eu acredito que nenhuma mulher deve ser agredida fisicamente, verbalmente ou psicologicamente por nenhum homem", diz.

Pétala Barreiros fala sobre os abusos que sofreu

Pétala Barreiros fala sobre os abusos que sofreu

Reprodução/Instagram

"Eu demorei muito para entender que vivia um relacionamento abusivo. Muitas vezes cheguei a me culpar pelas atitudes que meu ex tinha contra mim, comecei a acreditar que eu era a culpada por tudo aquilo. Eu sei que muitas mulheres passam por isso. O que posso dizer a elas é que nós somos livres, donas de nossas vidas, podemos ser o que quisermos e viver como quisermos, essa escolha é nossa. Não tenham medo, denunciem", completa.

Foi isso o que a influenciadora fez. Após sete anos de relacionamento, ela decidiu expor publicamente o que sofria nas mãos do empresário Marcos Araújo, seu ex-parceiro. Mas, ela admite que não era algo que lhe passava pela cabeça: "Honestamente, falando por mim, eu nunca pensei em denunciar e muito menos em expor nas redes sociais".

Apesar das infelicidades vividas, o relacionamento lhe deu dois filhos, Lorenzo, de 6 anos, e Lucas, de 2 meses e meio. Questionada, ela conta que pretende criar os herdeiros sempre sabendo respeitar a vontade das mulheres. "Tudo começa com respeito. Meu filho mais velho (Lorenzo) sempre foi criado com a minha irmã mais nova. Eles têm praticamente a mesma idade. Quando acontece algum desentendimento entre eles, eu o ensino a respeitar esse momento dela e se afastar até que ela queira conversar. Quando ela se acalma, peço que ele se desculpe. Quero que ele cresça sabendo a respeitar o 'sim' e o 'não' das mulheres", diz.

Lorenzo (à esquerda), de 6 anos, e Lucas (à direita), de 2 meses e meio, são filhos de Pétala e Marcos

Lorenzo (à esquerda), de 6 anos, e Lucas (à direita), de 2 meses e meio, são filhos de Pétala e Marcos

Reprodução/Instagram

Pétala afirma ainda que não teme a reação dos filhos no futuro sobre as polêmicas envolvendo o nome dela e o do pai. "Na verdade, temo o que o pai, que teve uma criação machista, possa dizer a eles. Quanto a mim, darei uma educação baseada sempre na verdade e não tenho a intenção de esconder deles nada do que eu vivi. Não me envergonho da minha história, meus filhos são frutos do amor que eu vivi."

Atualmente, Pétala conta com 1,4 milhão de seguidores em seu perfil no Instagram, mas ainda não tem planos concretos se permanecerá com a carreira de influenciadora. "Acabei de fazer 22 anos... Vivi um relacionamento desde os 14 anos onde tive 2 filhos e, hoje, eles são minha maior prioridade. Nunca tive a oportunidade de pensar em algo para a minha vida profissional ou pessoal, sinto que a minha vida está começando agora. Quanto a ser influenciadora, se com a minha história, eu conseguir influenciar mulheres a saírem de relacionamentos abusivos, já me sentirei realizada, porque sei o quanto é difícil", completa.

Últimas