Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Miguel Falabella e mais famosos lamentam a morte de Aracy Balabanian

Atriz foi diagnosticada com câncer no fim do ano passado e morreu, aos 83 anos, nesta segunda-feira (7)

Famosos e TV|Do R7


Aracy Balabanian
Aracy Balabanian

Aracy Balabanian morreu, aos 83 anos, nesta segunda-feira (7). A atriz foi diagnosticada com câncer de pulmão no fim do ano passado e estava internada na Clínica São Vicente, localizada na zona sul do Rio de Janeiro. Nas redes sociais, famosos lamentaram a morte da artista.

Miguel Falabella era grande amigo de Aracy e contracenou durante anos com a atriz no seriado de comédia Sai de Baixo. "Minha amada Aracy, minha rainha, atriz de primeira grandeza, companheira irretocável, amor de muitas vidas. Obrigado pela honra de ter estado ao seu lado exercendo nosso ofício, obrigado pelo afeto, pelos conselhos, pelas gargalhadas e pela vida que você tão delicadamente me ofereceu", disse o ator.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Claudia Raia, que postou uma foto de um encontro com a veterana no mês passado, também usou as redes sociais para se despedir da amiga e prestar as últimas homenagens. "A arte brasileira perde muito com a sua partida, mas sem dúvidas, recebemos hoje um grande legado. Ela será sempre nosso tesouro nacional, obra-prima de pura devoção ao seu ofício. Que alegria ter encontrado sua alma nessa vida, que honra compartilhar um pouco do meu caminho com o seu! Te amo para sempre minha amiga, te reencontro na próxima vida", escreveu Raia.

A atriz Cristiana Oliveira publicou uma foto de Aracy e lamentou a perda. "Vai com Deus, querida! O Brasil sentirá sua falta e da sua arte. R.I.P.", disse ela.

Publicidade

"Vai com Deus", lamentou Jackson Antunes. "Que notícia triste", disse Marilene Saade, mulher de Stenio Garcia.

Maria Zilda Bethlem compartilhou um clique ao lado da atriz. "Mais uma querida que se vai! Triste! Fico só lembrando da risada dela. Iluminada", disse.

O autor Walcyr Carrasco enalteceu a trajetória da artista. "Um ícone da nossa dramaturgia nos deixou. Rimos muito e também nos emocionamos com o talento de Aracy Balabanian. Descanse em paz."

"Todos os aplausos para essa gigante das artes cênicas, uma das grandes damas da nossa teledramaturgia, que nos deixou hoje. Aracy Balabanian faz parte da história da TV e, por consequência, da vida de todo brasileiro que sempre a aplaudiu. Toda minha admiração e reverência. Obrigado por tantas emoções", disse o autor Gustavo Reiz.

Alice Wegmann relembrou quando trabalhou com Aracy em Ligações Perigosas e a amizade que construiu com a atriz. "Um dia, passamos dez horas seguidas sentadas na mesa do almoço de tanto que nos gostamos. Ela sempre com jovens em volta, não porque queria absorver nossa juventude, mas por querer partilhar a juventude dela conosco. Falávamos muito do nosso ofício, ela tinha um brilho no olho que eu nunca, nunca mesmo vou me esquecer, porque é o mesmo brilho no olho que eu tenho e que quero ter quando chegar aos 83 anos. A generosidade, a luz, o cuidado. Meu coração só não está mais triste hoje porque eu me sinto uma pessoa de muita sorte", contou.

Filha de imigrantes armênios, Aracy Balabanian nasceu na cidade de Campo Grande (MS), em 22 de fevereiro de 1940. A paixão pela arte dramática aconteceu quando ela ainda era jovem, já em São Paulo, e foi levada ao teatro pelas irmãs para assistir a uma peça de Carlos Goldoni com a companhia de Maria Della Costa.

Entre a extinta TV Tupi e a Rede Globo, Aracy Balabanian participou de mais de 40 produções. Na emissora carioca, destaque para as personagens que caíram no gosto do grande público: Dona Armênia, de A Rainha da Sucata (1990), Cassandra, de Sai de Baixo (1996-2002), e Gemma, de Passione (2010).

Relembre a trajetória de Aracy Balabanian na televisão brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.