Famosos e TV Morre aos 61 anos, o ator André Ceccato, o Barba, de 'Carandiru'

Morre aos 61 anos, o ator André Ceccato, o Barba, de 'Carandiru'

Notícia foi divulgada e lamentada pelo colega Sérgio Guizé nas redes sociais: 'Fiquei sabendo que foi de tristeza'

Causa da morte não foi revelada

Causa da morte não foi revelada

Reprodução/Instagram

Morreu na segunda-feira (26), aos 61 anos, em São Paulo, o ator André Cecatto. Ele ficou conhecido por interpretar o personagem Barba, no filme Carandiru, de 2003. A notícia foi divulgada e lamentada pelo ator Sérgio Guizé nas redes sociais.

"Ontem o meu amigo André Ceccato morreu, fiquei sabendo que foi de tristeza. Estamos sem teatro há um tempão, isso tem um peso, ainda mais para pessoas especiais como ele. O conheci em 2005, na praça Roosevelt, já veio dando em cima da garota que estava comigo na época, na minha frente... Grande Ceccato. Antes,  já era fã do trabalho e continuo, de uma essência artística rara e inspiradora, falei isso para ele no último ensaio da série O Mal Secreto que iríamos fazer juntos (até a pandemia parar tudo). Ele estava felizão com os novos projetos e falava: 'Guizé, quando essa pandemia passar vai cair trabalho no nosso colo que nem saco de batata, as pessoas vão precisar ainda mais de arte depois disso tudo…', contou.

André Ceccato à direita da foto em' Carandiru', dirigido por Hector Babenco

André Ceccato à direita da foto em' Carandiru', dirigido por Hector Babenco

Divulgação

Guizé prosseguiu recordando o colega. "Grande Ceccato, sábio Ceccato, vão sim, meu amigo. Mas da sua arte, do seu tipo de genialidade e anarquismo, só por Deus. Só você, Ceccato. Parabéns, você deve estar muito bem, alegre como sempre, mas essa sua força toda vai fazer falta fisicamente, engraçado que só", disse.

"Grande Ceccato, chegou meio perdido e atrasado no ensaio da série, de cabeça baixa, começou a ler ainda de cabeça baixa, abriu a boca e conquistou todo mundo, personagem pronto, grande ator. Fui falar isso para ele, que nem deu ouvidos e respondeu: 'Guizé não esquece de devolver a minha bolsa com os meus óculos e a jaqueta de couro que o Carcarah me deu, ficou na sua casa. Pode deixar, Ceccato, tá tudo guardado. Descansa, irmão. Te amo", finalizou Guizé, que também compartilhou fotos de momentos descontraídos ao lado de Ceccato e amigos.

Últimas