Famosos e TV 'Querem me difamar', diz Pamella Holanda sobre defesa de DJ Ivis

'Querem me difamar', diz Pamella Holanda sobre defesa de DJ Ivis

Ex-mulher do artista disse que ele está tentando descredibilizar as acusações da agressão para conseguir ser solto

  • Famosos e TV | Do R7

Pamella chorou ao falar da estratégia da defesa do ex: 'Querem me pintar de louca'

Pamella chorou ao falar da estratégia da defesa do ex: 'Querem me pintar de louca'

Fotos de Reprodução/Instagram

Pamella Holanda, ex-mulher de DJ Ivis, gravou um vídeo, na manhã desta sexta-feira (23), para falar sobre o artista e os desdobramentos da denúncia de agressão e violência doméstica. Nesta quinta (22), foram vazados áudios dos vídeos em que o DJ aparece dando tapas e socos em Pamella.

"Eu sempre soube que algumas coisas que estão sendo veiculadas iam ser usadas contra mim e era uma das razões que eu tinha medo de me separar do Ivis", começou ela, que disse ter recebido uma ligação do advogado do artista lendo uma carta que teria sido escrita por ele.

"Ele me ligou, eu estava dando a janta da Mel (filha) e ouvindo. No final da carta, ele pede desculpa. E o advogado me perguntando o que eu achava daquilo em todo momento. A única coisa que eu disse é que, de verdade, não queria que tivesse chegado nesse extremo a vida dele (...) Não me sensibilizei porque já sabia que eles iam fazer isso", contou.

Pamella também comentou sobre os áudios vazados e disse acreditar ser uma estratégia da defesa de DJ Ivis, que poderia ter divulgado o conteúdo propositalmente. 

"Ontem, foram, supostamente, vazados áudios de brigas minhas com o Ivis. Eu sempre soube e sempre tive conhecimento desses áudios porque ele sempre gravava todas as nossas brigas. Ele produzia defesa para ele mesmo, porque ele sabia que estava errado e sabia que ia ser desacreditado, descredibilizado, em vista do que fazia comigo, porque contra fatos não há argumentos, contra imagems também não", declarou.

"Tem as imagens dele me ameaçando com a faca, tem gravações e áudios dele falando que vai mandar me matar, que já estava há um ano planejando para se separar de mim... Eu sempre soube que a defesa dele ia usar essa estratégia, esses áudios, de novo, supostamente vazados, porque não tem como ser vazado se são gravações feitas pelo celular pessoal dele, que deve estar em poder de alguém, de algum deles (advogados) creio eu", completou.

No final do vídeo, a empresária chegou a chorar ao dizer que o ex-marido e a equipe jurídica dele estão "apelando" para conseguir o habeas corpus do artista.

"Eles querem me descredibilizar, querem apelar pra isso, querem apelar pra opiniao pública, querem me pintar de louca, de desequilibrada. Sempre soube. Eu tinha noção do que poderia ser usado contra mim, pra me difamar, pra me injuriar, dizer que sou uma péssima mãe, porque vai ser usado tudo que puder ser usado para o pedido de liberdade dele ser aceito", desabafou.

"A estratégia deles é essa, é apelar, é tentar tirar minha filha de mim, é tentar fazer com que as pessoas me crucifiquem, para duvidar, me julgar... E eu tenho que ficar vendo e lendo todos os maiores absurdos que já vi em toda minha vida, calada, porque até o que eu falo aqui podem usar contra mim, porque tudo que eu falo eu tenho que provar. Então, me sinto completamente ferida", completou, entre lágrimas.

Assista ao vídeo 

Relembre o caso de DJ Ivis

Pamella Holanda usou as redes sociais para denunciar o artista por agressão. No dia 11 de maio, ela postou uma série de vídeos em que aparece sendo agredida pelo DJ em casa e na presença da filha deles, Mel, de apenas 9 meses. Pamella também compartilhou fotos com hematomas e machucados pelo corpo.

No dia 14 do mesmo mês, o músico foi preso preventivamente, ou seja, por tempo indeterminado, pela Polícia Civil. Minutos antes de ser detido, ele gravou um vídeo pedindo desculpas para a mãe de sua filha pelas agressões e seu comportamento.

Dias depois, ele foi transferido para o Presídio Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, no Ceará, onde teve os cabelos raspados e deve ficar até o dia da audiência, já que teve dois pedidos de habeas corpus negados pela Justiça.

Últimas