Famosos e TV Samara Felippo é furtada no trânsito e acusa taxista: 'Ele sabia o que ia acontecer'

Samara Felippo é furtada no trânsito e acusa taxista: 'Ele sabia o que ia acontecer'

A atriz contou nos Stories que falava ao celular com o namorado dela com a janela do carro aberta

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Samara Felippo teve o celular roubado enquanto estava em um táxi no Rio de Janeiro.

  • A atriz contou nos Stories que falava no celular com o namorado dela com a janela do carro aberta.

  • 'Não andem com o vidro de trás aberto', alertou os seguidores nos Stories.

  • 'Eu, carioca, dei essa vacilada. Estou com ódio de mim mesma', disse.

Samara Felippo é furtada em táxi do Rio de Janeiro

Samara Felippo é furtada em táxi do Rio de Janeiro

Reprodução/Instagram

Samara Felippo contou aos seguidores na última segunda-feira (6) que foi furtada dentro de um táxi enquanto falava com o namorado no celular. Ela saía do Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, após assistir a uma peça.

"É um trauma, uma tristeza, uma angústia, uma impotência. Saindo de lá [Centro Cultural] com pressa para outra peça, eu peguei um táxi ali na frente para pagar no dinheiro ou no cartão, estávamos eu e uma amiga", começou a atriz nos Stories.

Samara disse que falava ao telefone com o namorado porque eles iam se encontrar e ela estava atrasada. "A impressão que eu tive, eu quero só que vocês fiquem muito ligados, foi que o taxista sabia o que ia acontecer. Então, eu entrei na pressa, eu não fechei o vidro de trás", explicou.

Ela afirmou que tirou foto da placa do carro e que vai prestar B.O. do roubo: "Por favor, galera que frequenta o CCBB, no centro do Rio, não peguem táxi na rua, se pegarem, fechem [a janela]. Não andem com o vidro de trás aberto".

Além disso, a artista criticou o taxista e disse que ele poderia tê-la ajudado: "Ele poderia ter visto o cara que veio e tomou o telefone da minha mão de dentro do táxi. Ele podia ter visto pelo retrovisor, estava deserto, não é possível que ele não tenha visto, e a reação dele foi bisonha. E logo depois ele falou: 'É, aqui acontece muito isso'. Eu falei: 'Mano, por que você não me avisou?'".

"Já resolvi tudo, já tomei todas as providências cabíveis, apaguei celular, troquei chip. Isso é um trauma, uma tristeza, angústia, impotência. Eu, carioca, dei essa vacilada. Estou com ódio de mim mesma. Fiquem ligados, por favor", encerrou.

Últimas