Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Sander Mecca conta como percebeu vício em remédio: 'Precisava para me sentir bem'

Ex-integrante do Twister relembrou problemas em conversa com seguidores; ele está sóbrio há quase dez meses

Famosos e TV|Do R7

'Precisava tomar para me sentir bem', declarou o músico sobre zolpidem
'Precisava tomar para me sentir bem', declarou o músico sobre zolpidem 'Precisava tomar para me sentir bem', declarou o músico sobre zolpidem

Sander Mecca, ex-integrante do Twister — banda que ficou conhecida no fim dos anos 1990 — abriu uma caixa de perguntas no Instagram e conversou com os internautas sobre o passado, quando ainda sofria com o vício em remédios e drogas. Em uma das questões, um seguidor quis saber como ele percebeu que estava viciado em uma medicação específica.

"É fácil dizer essa. Eu percebi que estava viciado em zolpidem quando precisava tomar, não para dormir, mas para acordar. Eu acordava e precisava tomar um, dois comprimidos para me sentir bem. Eu já sentia falta dele", contou o músico

"Precisava tomar o comprimido para comer, senão, não tinha fome, para cantar... Eu não conseguia fazer nada sem o zolpidem, tomava o dia inteiro. E para dormir eu tinha que tomar oito, dez [comprimidos]", finalizou.

Em outro vídeo postado nos stories, Sander disse que recebeu muitas mensagens com desabafos de seguidores que sofrem com o vício na medicação. 

Publicidade

No dia do aniversário de 40 anos, em novembro do ano passado, o ex-Twister comemorou a nova fase e o fato de estar sóbrio há quase dez meses. Ele chegou a buscar ajuda profissional em clínicas de reabilitação por quatro vezes.

"Então completo 40 anos de idade. Há quase dez meses sóbrio, pai de uma menina linda, Sofia, e marido da Drica, à qual eu sou muito grato pela parceria, por me fazer acreditar que eu podia e era capaz de amar, ser pai, ser marido, ser filho, ser artista, ser empreendedor. Tudo isso limpo! Sem drogas, álcool e sem remédio", escreveu ele nas redes sociais.

Publicidade

Em 2019, quando foi internado mais uma vez em uma clínica de reabilitação por conta das drogas, Sander relembrou o período em que foi preso por tráfico e lamentou a perda de trabalhos por conta do vício. Ele também destacou, à época, que não desistiria de lutar pela própria vida. 

Em entrevista ao R7, em julho de 2017, o músico voltou a desabafar sobre o vício em drogas. "Um dia, eu estava em uma festa e me pegaram com dez comprimidos de ecstasy, dez de LSD, um pouco de cocaína e um baseado. Depois eu fui preso e condenado em primeira instância como traficante. Rasguei todo o meu dinheiro com drogas, bebidas e baixarias", disse Sander, à época.

Publicidade

Assista ao vídeo:

Sérgio Hondjakoff puxa lista de famosos que já sofreram com vício em drogas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.