Famosos e TV Selma Blair revela que tentou suicídio algumas vezes antes do diagnóstico de esclerose múltipla

Selma Blair revela que tentou suicídio algumas vezes antes do diagnóstico de esclerose múltipla

A atriz contou em entrevista que os sintomas da doença foram mascarados por anos por causa do consumo excessivo de álcool

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Selma Blair contou em entrevista que tentou se suicidar algumas vezes antes da esclerose múltipla.

  • Ela disse que os sintomas foram mascarados por anos por causa de seu consumo excessivo de álcool.

  • 'Eu estava perdida e triste e praticamente não sorria', contou ela durante entrevista.

  • Eu não abusava de nada, apenas do álcool. Eu tinha medo de ser vista como incapaz', disse.

Selma Blair revela que pensou em se suicidar algumas vezes antes da esclerose múltipla

Selma Blair revela que pensou em se suicidar algumas vezes antes da esclerose múltipla

Reprodução

Selma Blair, estrela do filme Legalmente Loira, revelou em entrevista à revista The Hollywood Reporter que tentou suicídio algumas vezes antes de ser diagnosticada com esclerose múltipla. A atriz falou sobre o diagnóstico aos fãs em 2018.

Ela também disse que os sintomas da doença foram mascarados por alguns anos por causa do consumo excessivo de álcool por parte dela. “Eu cometi alguns erros. Eu desejei a minha morte. Tentei suicídio algumas vezes, por causa do meu desespero. Eu estava perdida e triste e praticamente não sorria”, afirmou.

Blair contou que sempre teve a preocupação, desde o começo da carreira, de que alguma falha sua fosse tirá-la do mercado.

"Geralmente era a minha falta de coordenação ou os meus esquecimentos, sempre muito fraca ou doente. Os vômitos constantes, os problemas no corpo, eram assustadores, além da queda de cabelos e coceiras. Eu não podia contar para ninguém. Eu não podia assumir o alcoolismo ou buscar tratamento por medo de ser vista como um risco”, disse.

“Eu não abusava de nada, apenas do álcool. Eu sempre fui aterrorizada pela possibilidade de ser vista como incapaz. Ou mentalmente instável. A minha mãe sempre fez questão que eu soubesse que isso é a morte para uma mulher em termos profissionais”, continuou.

· Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

A atriz também lembrou que acordava dando gargalhadas histéricas durante a infância e com choros descontrolados quando adulta. Ela descobriu, apenas após o diagnóstico, que tudo isso era o impacto da esclerose, equivalente a uma lesão cerebral.

“Eu achava que era uma pessoa imensamente emotiva. Eu parecia uma garota ‘normal’ para o mundo, mas sempre fui uma pessoa com deficiência”, completou.

Entenda a esclerose múltipla, doença que afeta a atriz Selma Blair

Últimas