Famosos e TV Silvio Santos determina pagamento de IPTU atrasado após processo

Silvio Santos determina pagamento de IPTU atrasado após processo

Prefeitura Municipal de Guarujá, no litoral de São Paulo, chegou a abrir uma ação de execução fiscal contra o apresentador de TV 

  • Famosos e TV | Do R7

Prefeitura Municipal de Guarujá, no litoral de São Paulo, abriu uma ação contra o apresentador

Prefeitura Municipal de Guarujá, no litoral de São Paulo, abriu uma ação contra o apresentador

Lourival Ribeiro/SBT/Divulgação

Silvio Santos "determinou" o pagamento da dívida de R$ 2.015.887,34 por atraso no pagamento de IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) do Hotel Sofitel Jequitimar, em Guarujá, no litoral de São Paulo. De acordo com comunicado enviado pela assessoria do apresentador, os valores foram quitados nesta terça-feira (2). 

"O empresário Silvio Santos, ao tomar conhecimento do assunto relacionado ao IPTU do Hotel Jequitimar/Guarujá, determinou que fosse realizado, de imediato, o seu pagamento e a sua respectiva regularização perante a Municipalidade local, reforçando sua premissa básica de respeito às obrigações tributárias pessoais e de suas empresas", diz um trecho da nota oficial encaminhada à imprensa.  

"Por fim, cumpre esclarecer que a incumbência pelo cumprimento de tais obrigações são da inteira e exclusiva responsabilidade da empresa Sisan – Empreendimentos Imobiliários Ltda. O pagamento foi realizado na data de hoje", completou. 

Dívida de R$ 2 milhões em IPTU

A Prefeitura Municipal de Guarujá, no litoral de São Paulo, abriu uma ação contra o apresentador Silvio Santos para cobrar uma dívida de R$ 2.015.887,34 por atraso no pagamento de IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana).

O imóvel em questão, segundo o pedido de execução fiscal, é o hotel de luxo Sofitel Guarujá Jequitimar, na Praia de Pernambuco. O empreendimento é um dos principais do Grupo Silvio Santos —conglomerado de empresas do comunicador.

De acordo com informações do processo, que corre na Vara de Fazenda Pública no Foro de Guarujá, os valores acumulados são referentes ao período entre abril e dezembro de 2020.

De Maisa a Chaves: SBT perde estrelas em meio a corte de gastos

Últimas