Famosos e TV 'Um dia que dói', diz Gloria Perez ao relembrar 31 anos sem Daniella Perez

'Um dia que dói', diz Gloria Perez ao relembrar 31 anos sem Daniella Perez

A autora de novelas fez um post nas redes sociais na madrugada desta quinta-feira (28) para homenagear a filha

Agência Estado - Variedades
Gloria Perez prestou homenagem à filha na web, no dia em que se completam 31 anos da morte dela

Gloria Perez prestou homenagem à filha na web, no dia em que se completam 31 anos da morte dela

Reprodução/Instagram/@gloriafperez

A autora de novelas Gloria Perez fez um post nas redes sociais na madrugada desta quinta-feira (28), dia em que se completam 31 anos da morte de sua filha, a atriz Daniella Perez. "Um dia que dói", escreveu Gloria, em meio a uma montagem que traz fotos de Daniella e imagens da agenda da atriz em que é possível ver desenhos e a frase "Feliz 1993".

Na publicação, Gloria recebeu o apoio de famosos como a cantora Fafá de Belém e os atores Carlos Vereza, Leonardo Vieira, Humberto Martins, Dani Calabresa, Lucy Alves, Vivianne Araújo e Lúcio Mauro Filho.

Daniella, que tinha 22 anos, foi morta pelo ator Guilherme de Pádua e sua então esposa, Paula Thomaz, na noite do dia 28 de dezembro de 1992, na zona oeste do Rio de Janeiro. Daniella e Guilherme, na época, atuavam juntos na novela De Corpo e Alma, escrita por Gloria.

Paula foi condenada a 18 anos e meio de prisão. Cumpriu seis e deixou a prisão em 1999. Guilherme, que confessou o crime, foi condenado a 19 anos, cumpriu seis anos e nove meses e também saiu da prisão no fim da década de 1990.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Entretenimento no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Em 2022, o caso foi tema do documentário Pacto Brutal. Na produção, depoimentos de amigos de Daniella e de policiais que investigaram o caso reconstituíram o crime e levantaram as hipóteses que levaram Guilherme e Paula a cometer o assassinato.

Pouco meses depois do lançamento do documentário, em novembro de 2022, Guilherme morreu, vítima de um enfarte, aos 53 anos.

Veja a publicação:

Guilherme de Pádua e Paula Thomaz ficaram apenas sete anos na prisão pela morte de Daniella Perez

Últimas