Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Um mês após morte de Erasmo Carlos, viúva desabafa sobre pagar contas dele: 'A maior das ironias'

A pedagoga Fernanda Passos segue escrevendo diariamente textos com mensagens sobre a falta que sente do artista

Famosos e TV|Do R7

Fernanda Passos escreve textos sobre Erasmo Carlos na web
Fernanda Passos escreve textos sobre Erasmo Carlos na web Fernanda Passos escreve textos sobre Erasmo Carlos na web

Quem acompanha Fernanda Passos nas redes sociais sabe que a viúva de Erasmo Carlos tem expressado seu luto com textos sobre o cantor.

Um mês após a morte do artista, a pedagoga falou sobre pagar contas que foram deixadas por ele.

"Vido, sabe qual é uma das partes mais difíceis de não ter você? Resolver coisas sem você, coisas da sua, da nossa vida, sem poder te consultar. Estou às voltas com o plano de saúde já tem 2 semanas… como assim preciso resolver isso? E se ele precisar depois? E o dilema de pagar o último boleto que estava pendente?", escreveu Fernanda.

Ela falou também sobre os textos que tem escrito para Erasmo: "Pagar por despesas de saúde depois de você morto é a maior das ironias, e tem acontecido com frequência. Então, se eu posso resolver pendências da sua saúde depois da sua morte, acho muito coerente que eu escreva mensagens acreditando que você vá ler".

Publicidade

Fernanda revelou que ainda não sonhou com o amado: "Hoje tem 4 semanas! Eu já passei 4 semanas sem te ver no começo do nosso relacionamento, mas nunca passei 1 dia sem ouvir a sua voz ou me comunicar com você. Um monte de gente já sonhou com você, e eu só fiquei com aqueles ensaios de sonho movidos pelo desespero… quero te encontrar, minha vida! Eu preciso disso para ficar um pouco mais tranquila. Você consegue me entender?".

Leia também

Em seu texto, Fernanda refletiu também sobre quanto a morte do marido a deixou desestabilizada: "Muitas pessoas te perderam, mas todas elas estavam percorrendo os seus caminhos, talvez todas já tenham voltado para as suas órbitas… eu ainda estou perdida, meu caminho era com você, de repente eu não te encontro mais na minha estrada e tem um monte de gente atravessando ela. Eu só quero te encontrar, quero saber onde você está, quero chegar até você". 

Para finalizar a reflexão, a viúva explicou que tem tentado atender a um pedido que Erasmo fez a ela:"A última coisa que você me pediu para ter foi pensamento positivo, e por enquanto isso é a única coisa que tenho conseguido fazer, mesmo entrando num limbo de desespero com frequência". 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.