Famosos e TV Viúva de Erasmo Carlos diz que cantor não vivia sem ela: 'Qual foi a minha falha?'

Viúva de Erasmo Carlos diz que cantor não vivia sem ela: 'Qual foi a minha falha?'

O cantor morreu na última terça (22) aos 81 anos, após passar 20 dias internado com o quadro de paniculite complicada

Resumindo a Notícia
  • Viúva de Erasmo Carlos disse que o cantor não vivia sem ela

  • 'Essa noite eu sonhei com você, mas ainda não era você, era o trauma', disse

  • 'Em que momento eu faltei que te fez deixar de viver? Qual foi a minha falha?', escreveu

  • O cantor morreu na última terça-feira (22) aos 81 anos, após passar 20 dias internado

Viúva de Erasmo Carlos diz que cantor não vivia sem ela

Viúva de Erasmo Carlos diz que cantor não vivia sem ela

Reprodução/Instagram

Fernanda Passos, viúva de Erasmo Carlos, fez mais um desabafo no Instagram e disse que o cantor não vivia sem ela. O cantor morreu na última terça-feira (22), aos 81 anos, após passar 20 dias internado com o quadro de paniculite complicada por sepse de origem cutânea.

"Pelé… essa noite eu sonhei com você, mas ainda não era você, era o trauma. Não foi um sonho bom, bonito, foi duro e triste, e mais uma vez você foi levado. Fico fazendo o que o Walter me proibiu, fico fazendo o caminho reverso e pensando em qualquer coisas que eu deveria ter feito ou deixado de fazer, qualquer coisa que te fizesse ficar comigo, ou que fizesse a sua partida mais suave", começou na publicação.

A viúva de Erasmo disse que desde que o artista partiu, ela não tomou nenhum remédio, porque não acha justo aliviar a dor dela depois de todo sofrimento que ele passou: "Tem que doer, tem que doer como nunca, tem que doer mais do que doeu em você para que eu me sinta aliviada".

"Você merecia ir suavemente. Princeso, você dizia que não vivia sem mim… em que momento eu faltei que te fez deixar de viver? Qual foi a minha falha?", continuou.

A pedagoga disse ainda que, ao contrário do que pensam, ela vai viver: "Me lembro de pensar na sua postura diante da morte do Gugu e concluir sobre a beleza da sua tristeza. Na minha não tem nenhuma beleza, é impossível me comparar a você. Mas minha tristeza terá o curso dela, depois virá a vida sem você, e eu preciso enfrentar".

"Como me irritava quando íamos a algum lugar onde todos estavam te esperando e você me fazia entrar na frente… você sempre achava que eu tinha que entrar e andar na frente. Eu via a decepção no olhar das pessoas que estavam empolgadas por te ver. De repente, agora, você me colocou na frente, e eu estou irritada!", encerrou.

Últimas