Famosos e TV Xuxa chama Dalai Lama de abusador, pede a prisão e diz: 'Temos de gritar pelas crianças'

Xuxa chama Dalai Lama de abusador, pede a prisão e diz: 'Temos de gritar pelas crianças'

No vídeo que causou indignação na apresentadora, o budista beija uma criança na boca e pede a ela que chupe sua língua

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Em post, Xuxa Meneghel pediu a prisão do líder espiritual Dalai Lama após beijo em menino.

  • Na mensagem, a apresentadora também chama o budista de 'abusador'.

Dalai Lama beija uma criança na boca e pede a ela que chupe sua língua

Dalai Lama beija uma criança na boca e pede a ela que chupe sua língua

Reprodução

Em um desabafo publicado nas redes sociais, a apresentadora Xuxa Meneghel pediu a prisão do líder espiritual e ex-chefe de Estado do Tibete Tenzin Gyatso, conhecido como Dalai Lama, que beijou uma criança na boca e pediu a ela que chupasse sua língua. Na mensagem, Xuxa também chama Dalai Lama de "abusador".

"Essa cena é umas das piores que eu como mãe, e criança que foi abusada pode ver: a de um abusador. Vi o vídeo todo e vi o desconforto dessa criança ao ser não abraçada e sim quase enforcada...",  escreveu ela.

"Quantas vezes essa situação ou piores aconteceram pra ele achar normal a ponto de fazer na frente dos outros, quantas vezes esses velhos babões se veem no direito de 'pintar um clima' e nada acontecer com eles??? Eu consigo imaginar o que acontece com milhões de crianças e adolescentes que são usadas, exploradas e abusadas diariamente. Temos a obrigação de gritar e falar por elas. Prisão pra qualquer tipo de exploração sexual contra crianças e adolescentes… lugar de abusador é na cadeia, não importa quem seja.. pra mim é um monstro", concluiu.

Em 2015, Xuxa contou em entrevista ao Hora do Faro, da Record TV, que sofreu abusos sexuais quando era criança.

No vídeo, que causou a indignação de muita gente, o menino — encantado por estar na presença do religioso — é visto ao pedir para abraçá-lo. Dalai Lama indica sua bochecha e pede um beijo ali. Depois do beijo na bochecha, vem o abraço. A situação piora quando o budista pede um "selinho", segura as mãos do menino e ainda lhe manda chupar sua língua.

Após pessoas de todo o mundo terem expressado revolta e indignação, o religioso fez um pedido oficial de desculpas.

Últimas