Famosos e TV Xuxa é chamada de 'Barbie brasileira' no NYT, e faz mea-culpa: 'Não via como algo errado'

Xuxa é chamada de 'Barbie brasileira' no NYT, e faz mea-culpa: 'Não via como algo errado'

Apresentadora fez uma espécie de mea-culpa ao ser questionada pela falta de representatividade na TV local, entre os anos 1980 e 1990

  • Famosos e TV | Do R7

Xuxa fala sobre a falta de representatividade na TV brasileira nos anos 1980 e 1990

Xuxa fala sobre a falta de representatividade na TV brasileira nos anos 1980 e 1990

Reprodução/Instagram

Chamada de "Barbie brasileira" pelo jornal The New York Times, a apresentadora Xuxa Meneghel, de 60 anos, fez uma espécie de mea-culpa ao ser questionada pela falta de representatividade na TV local, entre os anos 1980 e 1990, durante longa entrevista concedida ao veículo americano, nesta terça-feira (15).

A publicação fez alusão à boneca Barbie devido às semelhanças físicas e aos padrões de beleza que Xuxa e as paquitas — assim eram chamadas as suas assistentes de palco — tinham: loiras, olhos claros e a pele clara. Uma das temáticas abordadas pela reportagem foi que, enquanto Xuxa ganhava espaço na TV brasileira, o aumento do número de cirurgias plásticas foi significativo no Brasil, muitos procedimentos tinham início ainda na adolescência.

"Eu era uma boneca, uma babá, uma amiga dessas crianças. Uma Barbie daquela época. Eu não via isso como errado naquela época. Mas hoje sabemos que está errado (...) Nossa, que trauma eu botei na cabeça de algumas crianças. Mas eu endossei. Eu assinei embaixo", disse ela à publicação.

Segundo a apresentadora, no passado, não se conseguia encontrar uma novela em que a empregada não fosse negra. "Não é culpa do Show da Xuxa. O que está em falta é tudo o que nos foi repassado como se fosse normal. Eu assinei embaixo", concluiu.

Infância simples, Pelé e Carnaval: Xuxa exibe passado em fotos raras

Últimas