Entretenimento Ferrell e Rudd trocam comédia pelo sinistro em "The Shrink Next Door"

Ferrell e Rudd trocam comédia pelo sinistro em "The Shrink Next Door"

TV-COMEDIA-FERRELL-RUDD:Ferrell e Rudd trocam comédia pelo sinistro em "The Shrink Next Door"

Reuters - Entretenimento

Por Marie-Louise Gumuchian

LONDRES (Reuters) - Mais conhecido por seus filmes feitos para gargalhar, o ator e comediante Will Ferrell achou "libertador" diversificar em "The Shrink Next Door", uma comédia sombria sobre o relacionamento entre um psiquiatra manipulador e seu paciente.

Baseada em um podcast do mesmo nome, a minissérie da Apple TV+ relata como o doutor Isaac "Ike" Herschkopf assume o controle da vida do paciente Martin "Marty" Markowitz ao longo de 30 anos, morando em sua casa, tornando-se presidente do negócio de tecidos de sua família e isolando-o da irmã.

Na produção inspirada em fatos reais, Ferrell interpreta Marty, reencontrando-se com Paul Rudd, seu colega de elenco de "O Âncora: A Lenda de Ron Burgundy", agora no papel do doutor Ike.

"Foi triste", disse Ferrell à Reuters, referindo-se ao tema do drama. "Isso foi algo que realmente nos atraiu para o projeto, a chance de meio que se aventurar desta maneira".

"Embora tenha sido desafiador ao mesmo tempo, foi muito libertador poder fazer algo tão loucamente diferente de tudo que fiz no passado. Perguntaram-me 'como você conseguiu se conter e interpretar algo menor e muito plausível e real?' E na verdade eu me diverti imensamente".

Já Rudd disse que "o que foi empolgante de interpretar alguém que sei que as pessoas podem não necessariamente gostar, certamente nesta história, (foi) tentar encontrar partes de um personagem que os torna humanos, compreensivos e intrigantes".

"Ninguém é somente uma coisa. Existe muita nuance e muita complexidade no comportamento humano e nas razões para fazemos as coisas que fazemos".

Últimas