Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Mansão de R$ 30 milhões e casa abandonada: filho de Hebe Camargo explica imóveis da mãe

Único filho da apresentadora, Marcello Camargo explicou o que aconteceu com os imóveis em que sua mãe já morou

Entretenimento|Do R7

Mansão que pertenceu a Hebe Camargo é vendida
Mansão que pertenceu a Hebe Camargo é vendida Mansão que pertenceu a Hebe Camargo é vendida

Único filho da apresentadora Hebe Camargo (1929-2012), Marcello Camargo explicou o que aconteceu com os imóveis onde sua mãe já morou. Recentemente, a residência onde Hebe residiu em seus últimos anos, citada pelo próprio filho como "um elefante branco", foi colocada à venda, por R$ 30 milhões.

Após a notícia, Marcello Camargo optou por esclarecer qual é a sua relação com esse e outros imóveis. Em vídeo publicado no seu YouTube, ele explicou que, em muitos casos, as propriedades estavam sob os cuidados de Claudio Pessutti, sobrinho de Hebe, que cuidava da carreira da apresentadora. Pessutti morreu, em 2021, de Covid-19.

No vídeo, Marcello comentou a primeira residência comprada por Hebe, em 1965, no bairro Sumaré, em São Paulo.

"Saímos de lá em 1979", disse. "A casa ficou alugada durante um tempo, foi escritório do Claudio, e resolvi vender quando ela morreu. Quem comprou construiu uma casa totalmente nova."

Publicidade

Depois, Marcello e Hebe se mudaram para uma residência no bairro Morumbi, com Lélio Ravagnani, segundo marido da apresentadora. Era uma propriedade onde a artista organizava grandes festas e para a qual convidava vários famosos.

Em certo momento, a casa ganhou outra fama: tornou-se conhecida como "a mansão abandonada de Hebe Camargo". Nela, eles moraram por 21 anos. Contudo, Marcello revelou que a casa nunca foi de fato propriedade de Hebe.

Publicidade

"Lélio construiu a casa para morar com a minha mãe depois que eles se casaram e foi muito bem vivida. Mas, em 2000, quando ele morreu, nos mudamos de lá, e a propriedade ficou para a família dele", disse. "Nunca mais voltamos lá. Já fizeram muita matéria sensacionalista, mas a casa nunca nos pertenceu."

Claudio Pessutti também foi dono de outro imóvel, que chegou a ser atribuído a Hebe, em 2021, quando foi posto à venda. Era uma mansão na praia da Tabatinga, no litoral de São Paulo.

Publicidade

"Minha mãe adorava ir para lá e tinha até um quarto seu na casa, além de objetos pessoais dela. Mas pertencia ao Claudio", ressaltou Marcello. "Ela já foi vendida, e os novos compradores resolveram vendê-la depois. Quando isso aconteceu, voltaram a falar que a casa era de Hebe."

Ele ressaltou, ainda, que a mansão onde sua mãe viveu os últimos anos está sob os tratos de Helena, viúva de Pessutti. "Claudio foi pagando como se fosse um aluguel até que fosse vendida", contou. Segundo ele, foi ela quem residiu na propriedade depois da morte da apresentadora — e ele não tem vontade de morar no local.

"[Claudio] assumiu muitas dívidas minhas na época. Ele era muito apegado à casa, mas depois da morte dele ficou ainda mais triste", ressaltou. "O acordo que tenho com Helena é que vou receber um valor fixo, independentemente por quanto a casa for vendida. É muito caro manter. Não tenho vontade de morar lá."

Marcello mora atualmente em Santa Fé, no interior de São Paulo. Ele é o único filho de Hebe e, após a morte de Claudio, se tornou detentor da imagem da apresentadora.

Filho de Hebe Camargo revela sonho que apresentadora não conseguiu realizar 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.