Entretenimento Morre a crítica de teatro Barbara Heliodora aos 91 anos

Morre a crítica de teatro Barbara Heliodora aos 91 anos

Conhecida como a Dama de Ferro, era afiada e rigorosa em seus textos

Crítica mordaz: Bárbara Heliodora era chamada de Dama de Ferro

Crítica mordaz: Bárbara Heliodora era chamada de Dama de Ferro

Guga Melgar

Morreu nesta sexta-feira (10) a crítica de teatro Barbara Heliodora aos 91 anos, no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela instituição, que divulgou uma nota de falecimento na qual se solidariza com familiares e amigos.

Miguel Arcanjo Prado: "Bárbara Heliodora foi a maior crítica do Rio e uma das mais importantes do Brasil"

Filha de uma poetisa e de um historiador, a crítica teatral e tradutora Barbara Heliodora desenvolveu o amor pela literatura ainda jovem, aos 12 anos, quando se apaixonou por Shakespeare. Ela foi apresentada ao poeta inglês por meio da mãe, que lhe deu de presente o primeiro volume com as obras completas do dramaturgo.

Nos anos 40, Barbara se formou em literatura na Connecticut College, nos Estados Unidos. Aos 35 anos, deu início à carreira de jornalista na Tribuna da Imprensa, mas foi no Jornal do Brasil que conquistou o apelido de Dama de Ferro, devido a suas críticas afiadas e rigorosas.

Ao longo dos anos, também escreveu livros sobre teatro e lançou uma coletânea de ensaios, Reflexões Shakesperianas, em 2004.

Seu último livro foi Caminhos do Teatro Ocidental, lançado em 2013.

 

Últimas