Anthony Galindo, ex-Menudo, morre aos 41 anos nos Estados Unidos

Músico, que estava internado há seis dias, sofria de depressão e, segundo a família, a doença teria se agravado por conta da pandemia de covid-19

Cantor morreu aos 41 anos nos Estados Unidos

Cantor morreu aos 41 anos nos Estados Unidos

Reprodução/Instagram

Anthony Galindo, ex-integrante do grupo Menudo, morreu no sábado (3), aos 41 anos, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada por familiares do artista por meio de comunicado publicado nas redes sociais. 

"Com muita dor, queremos informar que hoje, sábado, 3 de outubro, às 15h43, morreu nosso querido Anthony Galindo, após seis dias em que os médicos fizeram de tudo para salvar sua vida", diz a nota oficial. 

A família do artista também agradeceu o carinho dos fãs e, ainda, confirmou que atenderia a um último pedido de Galindo. "Como era de sua vontade, a família assinou uma autorização para a doação dos órgãos e, dessa maneira, no momento em que deixa de existir, vai poder ajudar outras pessoas e salvar suas vidas". 

O músico estava internado em estado grave, há seis dias, após uma tentativa de suicídio. De acordo com informações divulgadas na semana passada, ele sofria de depressão e a doença teria se agravado por conta da pandemia de covid-19 e pelo fato de estar longe dos palcos.

Anthony Galindo integrou o grupo Menudo em 1997. A boy band latina, criado em 1977, acumulou milhares de fãs em todo o mundo. Ao longo de décadas, a banda foi responsável por revelar diversos artistas, como, por exemplo, o astro Ricky Martin.

Ver essa foto no Instagram

R.I.P #AnthonyGalindo 

Uma publicação compartilhada por Papijoe (@iamelpapijoe) em

Projeto Help

A Igreja Universal faz um trabalho de prevenção ao suicídio de jovens. Através do Projeto Help há um acompanhamento espiritual e social com visitas e palestras semanais em escolas, faculdades, atendimento pelas redes sociais e também presencial na Universal. O projeto é formado por jovens que também passaram por problema semelhante no passado, mas que conseguiram superá-lo.

Saiba mais informações sobre o Projeto Help.