Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Fãs de Taylor Swift relatam calor, saídas de ar tampadas e dificuldade para comprar água em show

Uma jovem morreu na apresentação da cantora americana que aconteceu na noite desta sexta-feira (17), no Rio de Janeiro

Música|Do R7

Show de Taylor Swift no Engenhão
Show de Taylor Swift no Engenhão Show de Taylor Swift no Engenhão

Na noite desta sexta-feira (17), a estudante universitária Ana Clara Benevides morreu após passar mal enquanto esperava para assistir ao show de Taylor Swift no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro. Nas redes sociais, fãs que também estavam no local relatam dificuldade para comprar água, calor com as saídas de ar tampadas por tapumes e sensação térmica que ficou em torno de 60ºC.

Uma das principais reclamações dos fãs era que as saídas de ar do Engenhão estavam tampadas por tapumes, o que dificultou a ventilação no local e fez com que o calor se intensificasse. "Todas as saídas estavam cobertas por tapume, o que prejudicou — e muito — a ventilação do ambiente. Mesmo com uma temperatura mais amena do lado de fora, quem estava no show chegou a experimentar a sensação térmica de 62ºC", disse Igor Paiva, um fã presente à apresentação.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Entretenimento no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

No site oficial da turnê da artista, a informação divulgada era a proibição da entrada de alimentos e bebidas. No local, os "swifities", como são chamados os admiradores da cantora, relataram dificuldade para comprar água no estádio. "Proíbem os fãs de levarem águas, garrafas e outros recipientes de líquidos — o que eu entendo, porque essa é uma prática bem comum em nível mundial. Porém não havia nenhum bebedouro de fácil acesso. Quem não conseguisse pagar R$ 8,00 no copo de água de 350 ml, passou sede ou precisou de ajuda da Taylor Swift, que distribuiu água para a plateia", contou Igor Paiva.

"Vi muita gente falando que a água custava R$ 8,00, mas custava R$10,00. Não tinha vento circulando no estádio, não podia entrar com leques. O calor onde eu estava era absurdo, não imagino o calor que fazia nas pistas, ainda mais cheias. A T4F [produtora do evento] precisa ser responsabilizada desta vez. Mesmo que liberem que os fãs entrem com duas ou três garrafas de água, não é suficiente para o calor e o tempo que a pessoa passa dentro do estádio. Paliativos não vão resolver o problema; a solução é repensar toda a estrutura", opinou Rodolpho Rodrigo, outro fã que foi ao show.

Publicidade

Neste sábado (18), Taylor Swift faz mais uma apresentação no Engenhão. Fãs já estão nas filas e aguardam a abertura dos portões. Uma internauta chamada Fabíola Larissa disse nas redes sociais que a filha espera para entrar no Engenhão e viu ambulantes que vendiam água e comida serem expulsos do local. "Minha filha está na fila para o show da Taylor neste momento. Estão expulsando os vendedores de bebida e comida no entorno do Engenhão. Parabéns, T4F, querem mais uma morte?", questionou ela.

Ana Clara Benevides, de 23 anos, morreu nesta sexta-feira (17) após passar mal durante o show de Taylor Swift. A causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória. Vale destacar que a sensação térmica no local da apresentação atingiu a marca de 60°C.

A jovem desmaiou pouco antes de a cantora americana entrar no palco e chegou a receber os primeiros atendimentos no local. Depois, foi enviada para o Hospital Municipal Salgado Filho, mas não resistiu.

A T4F, produtora responsável pelos shows da artista no Brasil, divulgou uma nota de pesar pelo ocorrido. Entretanto, não se manifestou sobre os relatos de fechamento das saídas de ar e dificuldade para a compra de água. O R7 entrou em contato com a empresa, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Veja abaixo o comunicado da empresa:

Pronunciamento de Taylor

Taylor Swift lamentou a morte da fã. "Não acredito que estou escrevendo estas palavras, mas é com o coração partido que digo que perdemos uma fã hoje à noite, antes do meu show. Tenho poucas informações, além de que ela era incrivelmente bonita e jovem demais", disse a cantora.

"Não vou conseguir falar sobre isso no palco porque me sinto dominada pela tristeza quando tento falar sobre isso. Quero dizer que agora sinto profundamente essa perda e que meu coração partido está com sua família e amigos. Essa é a última coisa que pensei que aconteceria quando decidimos trazer esta turnê para o Brasil", completou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.