Música Internado por ordem judicial, Hudson não tem condição de alta, alega psiquiatra

Internado por ordem judicial, Hudson não tem condição de alta, alega psiquiatra

Assessoria do cantor alega que comportamento de Thayra Machado têm prejudicado tratamento

  • Música | Do R7

Hudson está internado para tratamento químico desde março

Hudson está internado para tratamento químico desde março

Leo Franco/Agnews

Na semana passada, a noiva de Hudson, da dupla Edson & Hudson, chamou a atenção do público para uma denúncia de que Edson, parceiro e irmão do cantor, estaria impedindo a saída de Hudson da clínica de reabilitação que ele está internado desde março.

Thayra Machado afirmou em vídeo que o noivo está impedido até de receber visitas e está sendo dopado. Nesta segunda-feira (7), o médico negou as afirmações de Thayra por meio de um boletim médico. Segundo o médico Fábio Roberto de Oliveira Pinheiro, que está cuidando do cantor, as "acusações de abusos e má conduta são infundadas". 

Desde março, Hudson está internado para tratamento químico. O cantor admitiu ser viciado em álcool e drogas e assumiu publicamente a internação.

Thayra sempre teve acesso às visitas a Hudson, afirma a assessoria da dupla. Porém, de um tempo para cá passou a visitá-lo fora dos dias e das horas permitidas. Na última vez que foi à clínica, a noiva foi acompanhada pela polícia e queria tirar o sertanejo à força. Segundo assessoria de imprensa, o médico responsável pelo cantor disse que, nessas condições, a presença da noiva de Hudson está sendo prejudicial ao tratamento.

Vocalista roqueiro que ganhou o SuperStar era parceiro do sertanejo Hudson

Em comunicado anterior, na sexta-feira (4), o escritório do cantor afirmou que a internação de Hudson foi feita pelo pai do cantor, que conseguiu colocar o filho na reabilitação por meio de uma ordem judicial. Sr. Jerônimo optou pela internação compulsória, pois não viu uma melhora da dependência do filho. Com isso, reuniu provas para manter o cantor na clínica com apoio da Justiça.

Abaixo, confira o comunicado médico na íntegra:

"A Clínica de Reabilitação em dependência química, informa que o paciente Hudson Cadorini Silva, encontra-se internado nesta instituição sob os meus cuidados médicos, após ação de internação compulsória, movida pelo pai, Jerônimo Silva. O paciente segue quadro estável de saúde, ainda em processo de investigação diagnóstica e sem condições de alta.

O tratamento médico oferecido está dentro dos padrões internacionais. O paciente em tela e seu representante legal, Jerônimo Silva, são informados periodicamente sobre a importância de todos os processos terapêuticos oferecidos e significados dos resultados dos exames estabelecidos.

Devido a natureza e gravidade do seu quadro, as visitas seguem padrão igual ao qualquer estabelecimento de saúde que preste assistência a pacientes internados, havendo a necessidade de algumas restrições, por provocarem transtornos emocionais, o que acarretaria malefícios significativos ao tratamento e a recuperação.

Acusações de abusos e má conduta são infundadas. Farta documentação médica está à disposição da família e do paciente a qualquer momento e quando dá alta.

Dr. Fábio Roberto de Oliveira Pinheiro

Médico Psiquiatra - CRM 53.924

Últimas