Marília Mendonça diz que decisão de voltar aos palcos não foi nada fácil

Cantora retomou agenda de shows, nesta sexta-feira (6), com a turnê 'Todos os Cantos', quase três meses após dar à luz Léo, primeiro filho da sertaneja

Cantora se apresentou no Espaço das Américas, na capital paulista

Cantora se apresentou no Espaço das Américas, na capital paulista

Lucas Ramos/AgNews

Marília Mendonça revelou que a decisão de retomar a agenda de apresentações, quase três meses após dar à luz Léo — primeiro filho da cantora e fruto do relacionamento dela com Murilo Huff —, não foi nada fácil: "Parece que sinônimo de mãe é culpa". A declaração foi dada minutos antes de subir ao palco, na madrugada de sexta-feira (6) para sábado (7), no show que marcou o reinício da turnê Todos os Cantos, no Espaço das Américas, em São Paulo.

A fase de ataptação com o fim da licença-maternidade, como define a própria artista, tem sido "uma coisa louca", no entanto, a mãe dela tem feito a diferença nesse processo. Se no início existia espaço para medo, agora, mesmo com um pouco de insegurança, a cantora se diz animada com o momento. 

"O meu medo era não estar bem resolvida quanto a voltar aos palcos. Mas, eu me sinto muito feliz e querendo estar aqui agora. Sei que consigo amar ele, mesmo estando aqui. Sempre vou conseguir amar, principalmente sabendo que tem uma vidinha lá olhando para mim", explicou. 

O retorno 

Marília levantou o público com os grandes sucessos da carreira

Marília levantou o público com os grandes sucessos da carreira

Lucas Ramos/AgNews

A "rainha da sofrência" cantou para aproximadamente 8 mil pessoas na primeira noite de uma sequência de duas apresentações na mesma casa de shows, na capital paulista. Com ingressos esgotados, ao todo, cerca de 16 mil fãs vão acompanhar o repertório da sertaneja neste fim de semana.

Marília levantou o público já na primeira faixa. Bebi Liguei, um dos grandes hits de 2018, abriu a noite, que contou ainda com sucessos como: Bem Pior Que Eu, Infiel, Amante Não Tem Lar e Todo Mundo Vai Sofrer. Outro destaque foi a recém-lançada Graveto, que, aliás, se destacou durante o Carnaval 2020 entre as mais tocadas nas plataformas digitais. 

Ao fim da segunda música, Supera, Marília chegou a ser ovacionada por quem acompanhava o show. "Vocês não tem noção da falta que eu senti de tudo isso. A energia aqui de cima é tão grande, que parece que eu estou começando agora", entregou a cantora, que, na sequência, completou: "Só que com vocês já me amando".

A sofrência continua?

Artista de emocionou em show

Artista de emocionou em show

Lucas Ramos/AgNews

Autoridade máxima no assunto, a artista garante que sim. Mesmo com a vida pessoal em "ótima fase", a artista faz questão de explicar que sabe separar "muito bem as coisas" e, por isso, não vai faltar repertório que sirva de trilha sonora da "sofrência" de quem gosta e acompanha o trabalho dela. Uma das táticas, aliás, é se manter atenta às demandas do público. 

"Conheço meu mercado, conheço meu rebanho, meu gado. Sei o que escuto dentro de casa e o que o meu público escuta. Eu tenho que saber também as necessidades do mercado. Essa fase vai vir mais romântica. Tem muita coisa 'pior' que Graveto vindo por aí. Aguenta coração que o coração vai doer", antecipou. 

Marília Mendonça, de 24 anos, se tornou o principal nome da música sertaneja no Brasil nos últimos anos. A cantora, que gravou o primeiro DVD para um público de aproximadamente 30 pessoas, em 2015, agora acumula números extremamente relavantes no mercado musical. 

Ela é dona do maior canal de música sertaneja no YouTube, com mais de 15 milhões de inscritos e, também, a primeira artista brasileira a atingir 10 bilhões de visualizações na plataforma mundial de vídeos. 

Foi a primeira apresentação após o nascimento de Léo

Foi a primeira apresentação após o nascimento de Léo

Lucas Ramos/AgNews

Em breve, a cantora deve retomar o projeto Todos os Cantos, criado pela cantora em 2019, que tem por objetivo percorrer todas as capitais brasileiras e, em cada uma, gravar uma faixa inédita durante show aberto e gratuito ao público. A divulgação, inclusive, sempre acontece no dia da apresentação e é realizada pela própria cantora e a equipe em um ponto turístico da cidade escolhida. 

Até o momento, Marília já percorreu 19 municípios, que deram origem a 3 EPs: Todos os Cantos - Volumes 1, 2 e 3. O primeiro, com 12 faixas, foi um verdadeiro sucesso nas plataformas digitais e rendeu à cantora o Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Sertaneja. O segundo, com a música Todo Mundo Vai Sofrer, chegou a ocupar o Top 50 das músicas mais tocadas do Spotify por 85 dias consecutivos. 

Veja fotos do show que marcou o retorno aos palcos