Modelo Chrissy Teigen fala pela 1ª vez após morte do filho 

Jack, terceiro filho com o músico John Legend, morreu no último dia 1º logo após o parto prematuro

"Estamos quietos, mas estamos bem"

"Estamos quietos, mas estamos bem"

Reprodução/Instagram

Chrissy Teigen usou as redes sociais nesta sexta-feira (16) para contar ao seguidores como ela está após a morte do terceiro filho, ocorrida no último dia 1º após parto prematuro. 

"Estamos quietos, mas estamos bem. Amo muito vocês", escreveu ela, que ainda se recupera da perda. 

Batizado como Jack, a criança não resistiu a uma série de complicações e veio a morrer logo depois de seu nascimento. Teigen já havia sido hospitalizada por estar com um sangramento forte durante a gravidez e disse que o bebê se encontrava em uma "zona de perigo".

Chrissy Teigen, que ainda é mãe de Luna, de 4 anos, e Miles, de 2, também repostou a carta aberta do marido, o músico John Legend, lamentando o ocorrido.

Leia a carta de John Legend:

"Isso é por Chrissy. Eu amo e estimo muito você e nossa família. Experimentamos os mais altos e baixos juntos. Ver você carregar nossos filhos tem sido tão comovente e humilde. Estou maravilhado com a força que você demonstrou nos momentos mais desafiadores. Que presente maravilhoso é ser capaz de trazer vida ao mundo. Nós experimentamos o milagre, o poder e a alegria deste presente, e agora sentimos profundamente sua fragilidade inerente.

Eu escrevi esta música [Never Break] porque tenho fé que, enquanto caminharmos nesta Terra, vamos segurar as mãos um do outro através de cada lágrima, de cada sobe e desce, de cada teste. Prometemos isso um ao outro no dia do nosso casamento, sete anos atrás, e cada desafio que enfrentamos tornou essa promessa mais poderosa, mais resistente. Nosso amor permanecerá. Nós nunca iremos quebrar.

Obrigado a todos que nos têm enviado orações e votos de felicidades, flores, cartões, palavras de conforto e empatia. Sentimos e apreciamos seu amor e apoio mais do que você imagina. Mais do que tudo, já ouvimos tantas histórias sobre como tantas outras famílias passaram por essa dor, muitas vezes sofrendo em silêncio. É um clube do qual ninguém quer fazer parte, mas é reconfortante saber que não estamos sozinhos. Tenho certeza de que Chrissy terá muito mais a dizer sobre isso quando estiver pronta. Mas saiba que somos gratos e estamos enviando amor a todos vocês e suas famílias".