Música Nicki Minaj arma barraco no Twitter por conta do Grammy e briga com rapper Latto

Nicki Minaj arma barraco no Twitter por conta do Grammy e briga com rapper Latto

Artista reclamou da premiação por ter tirado o hit 'Super Freaky Girl' das categorias de rap

  • Música | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Nicki Minaj reclamou do Grammy por ter tirado seu hit das categorias de rap

  • A artista utilizou como exemplo a canção de Latto

  • As duas rappers começaram a discutir pelo Twitter

Nicki Minaj discutiu com Latto sobre o Grammy

Nicki Minaj discutiu com Latto sobre o Grammy

Reprodução / Divulgação

Além de uma fábrica de hits, Nicki Minaj é boa para criar polêmicas. Na madrugada desta sexta-feira (14), a cantora reclamou no Twitter do fato de a música Super Freaky Girl ter sido retirada das categorias de rap e deslocada para as disputas pop do próximo Grammy.

"Não me importo em concorrer nas categorias pop, desde que todos sejam tratados iguais", começou a rapper. No mesmo tuíte, ela comparou sua canção com o hit da rapper Latto. "Se Super Freaky Girl foi encaixado em outra disputa, Big Energy deveria ter sido também. Qualquer um que discorde disso está brincando, todos concordam", afirmou.

Em seguida, a rapper expôs uma mensagem que ela recebeu de Latto, em que a artista argumentou que não precisava ser citada por Nicki, embora concordassem. "Ela se diz minha fã, mas está calada sobre esta injustiça cometida comigo", escreveu Minaj.

Latto respondeu à publicação de Nicki: "Te chamei no privado porque não queria que virasse uma briga de internet com alguém de quem eu gosto. Concordo com você sobre as músicas, mas achei que você me citar foi maldoso".

"Nicki é mais velha que a minha mãe e fica fazendo bullying comigo", continuou Latto. 

Minaj, então, rebateu a rapper: "Você está brava comigo porque seu álbum flopou, ganhou certificado de madeira. E este bullying não importou quando você implorou por uma colaboração comigo".

Latto finalizou a discussão. "Quem era uma inspiração para mim agora é uma rival", escreveu.

Últimas