Música Pérola perdida, nova música do Queen é um achado raro nos arquivos da banda

Pérola perdida, nova música do Queen é um achado raro nos arquivos da banda

'Face It Alone' foi gravada há mais de 30 anos durante as sessões do álbum 'The Miracle'

  • Música | Por Gabriel Solti Zorzetto, da Record TV

O Queen na capa do single de 'Face It Alone'

O Queen na capa do single de 'Face It Alone'

Divulgação

Uma forte medida da grandeza e do legado de um artista é a comoção causada por um lançamento mesmo depois de tantos anos passados desde o término de sua atividade discográfica. É o caso do Queen, que nesta quinta-feira (13) lançou uma rara música inédita, com vocais de Freddie Mercury, que estava "perdida" nos arquivos da banda. Face It Alone, gravada há mais de 30 anos durante as sessões do álbum The Miracle, de 1989, já está disponível nos serviços de streaming. 

Ouça:

Por alguma razão, a canção ficou de fora não apenas de The Miracle, o primeiro álbum lançado pelo grupo após o vocalista ter revelado aos seus colegas que era soropositivo. A gravação também foi ignorada nos dois discos seguintes: Innuendo, de 1991, e Made in Heaven, de 1995 — despedida do Queen e o último esforço de Freddie em vida. “Encontramos essa pequena pérola da qual simplesmente havíamos esquecido até agora. Ela é maravilhosa, um verdadeiro achado", contou o baterista Roger Taylor em entrevista à BBC. Por conta da baixa qualidade da gravação, o guitarrista Brian May pensou que a faixa fosse "irrecuperável", mas acabou sendo convencido do contrário pelos engenheiros de som. "Nós olhamos para ela muitas vezes e pensamos: ‘Ah, não, não podemos resgatar isso’. Mas, na verdade, fomos lá novamente e nossa maravilhosa equipe de engenharia disse: ‘Ok, podemos dar um jeito’. É como costurar pedaços. Ficou linda".

A música é uma balada dramática e contemplativa, com Freddie cantando sozinho, sem os backing vocals que são marca registrada da banda. A letra parece fazer referência à saúde debilitada do vocalista, que morreu em 1991 por decorrências do vírus da Aids: "No final / Você tem que enfrentar tudo sozinho".

Para promover o single, o Queen instalou uma série de outdoors ao redor do mundo com o nome da canção e uma foto de Mercury. No Brasil, a Universal Music realizou um evento especial em que os jornalistas puderam ouvir a gravação nos estúdios Dolby Atmos, em São Paulo.

A faixa fará parte da edição de colecionador do álbum The Miracle, com lançamento previsto para 18 de novembro. Em 2014, o Queen também lançou postumamente três gravações com os vocais de Mercury na coletânea Queen Forever. A compilação incluiu Let Me in Your Heart Again, totalmente inédita, Love Kills e There Must Be More to Life Than This (com participação de Michael Jackson).

The Show Must Go On

Na esteira do sucesso estrondoso da cinebiografia vencedora do Oscar Bohemian Rhapsody, de 2018, o Queen ganhou praticamente uma nova vida. Em janeiro de 2019, superou brevemente Ariana Grande como "artista global número 1" do Spotify, com 70% dos ouvintes tendo idade inferior a 35 anos. Segundo o jornal The Mirror, o filme gerou quase 200 milhões de libras para a marca Queen Productions Ltd., compartilhada pelos quatro fundadores da banda. Brian May e Roger Taylor, junto com o vocalista Adam Lambert, retomaram em maio a turnê The Rhapsody Tour, que já arrecadou cerca de 133 milhões de dólares em apresentações por todo o globo desde 2019.

Últimas