Rapper Djonga fala de 'genocídio do povo negro' em capa de novo álbum 

Prévio de 'Histórias da Minha Área', que chega às plataformas digitais na sexta (13), causou impacto entre os fãs e colocou assunto em destaque na web

Cantor virou assunto nas redes sociais

Cantor virou assunto nas redes sociais

Reprodução/Instagram

Djonga, de 25 anos, virou assunto nas redes sociais, nesta segunda-feira (9), após divulgar a capa do álbum Histórias da Minha Área, que chega às plataformas digitais na sexta-feira (13). 

Com foto de Daniel Assis, do 176 Stúdio, e arte de Alvaro B. Jr., do Caverna Stúdios, a prévia do projeto mostrou vários homens negros, alguns deles mortos, com o cantor ao centro. 

"Quando eu conto a história da minha área, acho que conto a história de todas as áreas do Brasil que se parecem como de onde eu vim...", explicou o rapper no Instagram. 

O artista mineiro ainda completou: "Voces sabem do que eu to falando, pelo menos quem veio de lá sabe do que eu to falando. Quem não cresceu preso dentro de casa vai entender o que eu estou falando, só não é garantia que vão gostar do que eu to falando". 

Djonga mantém a tradição de apresentar seus trabalhos sempre em uma sexta-feira 13. O mesmo se repetiu com Heresia (2017), O Menino Que Queria Ser Deus (2018) e Ladrão (2019), sendo que o último trabalho rendeu ao músico o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) na categoria Artista do Ano.