Música Rapper Rashid disseca 517 anos de história e privilégios no clipe de "Estereótipo"

Rapper Rashid disseca 517 anos de história e privilégios no clipe de "Estereótipo"

Canção contundente sobre racismo e igualdade racial estará no próximo álbum do cantor

  • Música | Juca Guimarães, do R7

Rashid prepara novo álbum e lançou um videoclipe

Rashid prepara novo álbum e lançou um videoclipe

Reprodução

A história dos negros no Brasil não se resume ao longo período de escravidão e, muito menos, à abolição, em 1888, tema central das comemorações do 13 de maio.

Atento à falta de profundidade, comprometimento e efetividade nos debates sobre igualdade racial e racismo o rapper Rashid compôs a música "Estereótipo", que aborda a estrutura, a sistemática e a operacionalização do preconceito, principalmente contra jovens negros. 

Há tempos que o rap brasileiro não via uma música tão rica e bem escrita sobre o tema, o beat é do Skeeter. A canção, segundo as dicas espalhadas pelo time do Rashid nas redes sociais, deve ser incluída no próximo álbum do rapper, que, por enquanto, é chamado de "Projeto em Construção".

O videoclipe foi dirigido por Felipe Barros, também responsável pela edição das imagens captadas pelo Moysah. Na música o rapper divide os vocais com o Godô. O André Knobl toca flauta e o Renato Taimes toca a guitarra.

A letra de esterótipo cita os nomes de jovens negros assassinatos. "Quantas Cláudias se foram antes de terem a chance se serem Thaís Araújo?", questiona o artista. Cláudia Silva Ferreira, que teve o corpo arrastado por mais de 300 metros por um carro da Polícia Militar, em 2014, em Madureira, no Rio de Janeiro.

Últimas