Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Música
Publicidade

Sandy e Junior: relembre versões de hits internacionais feitas pela dupla

Uma parte dos sucessos dos irmãos é constituída por clássicos de músicas que fizeram sucesso, antes, no exterior

Música|Helder Maldonado, do R7


Discos de Sandy e Junior reúnem várias releituras
Discos de Sandy e Junior reúnem várias releituras

A carreira de Sandy e Junior ficou marcada pelas inúmeras versões de sucessos internacionais que a dupla fez.

Sandy e Junior: saiba como se preparar para shows da nova turnê

Ecléticos, os irmãos traduziram para o português hits de nomes como Savage Garden, Shania Twain, Laura Pausini e até Bee Gees.

Fãs de Sandy e Júnior vão rodar mais de 2 mil km para seguir turnê

Publicidade

Dessa maneira, a releitura de hits gringos se tornou uma marca registrada deles, que também atingiram o topo das paradas com músicas que já haviam figurado nas listas de mais tocadas em outros países em anos anteriores.

Ingressos de shows de Sandy e Junior variam de R$ 140 a R$ 3.200

Publicidade

E no retorno dos irmãos para comemorar os 30 anos de parceria em uma turnê com 14 shows, boa parte dessas músicas integrarão o repertório que eles apresentam. Lembre algumas dessas versões imortalizadas por Sandy e Junior:

Imortal/Immortality (Céline Dion): esse é um dos maiores sucessos da dupla e está no disco As Quatro Estações, de 1999. A música foi composta pelo Bee Gees e gravada originalmente por Celine Dion apenas dois anos antes dos brasileiros.

Publicidade

Pout-Pourri Bee Gees/More Than a Woman/Night Fever/Stayin' Alive (Bee Gees): o trio australiano também foi homenageado pela dupla com um pout-pourri no CD Sonho Azul (1997).

Destaque para os nomes cômicos que as músicas ganharam em português: More Than A Woman virou Mais Que Uma Sombra, Night Fever se tornou Troque a Pilha e Stayin’ Alive virou Esteja No Ar. Nesse caso, o significado deu lugar à rima e à sonoridade.

No Fundo do Coração/Truly Madly Deeply (Savage Garden): apenas um ano separa o lançamento do single da banda australiana da versão da dupla brasileira, que traduziu o hit no disco Era Uma Vez - Ao Vivo, de 1998.

Com Você/I'll Be There (Jackson 5): a dupla também vasculhava o baú do pop para gravar versões. Em 1994, no disco Pra Dançar Com Você, eles fizeram uma releitura de I'll Be There, um dos maiores sucessos dos Jackson 5, que a gravou em 1970.

Esse foi um trabalho em família, já que a letra em português é de Xororó e Noely, pai e mãe dos cantores.

Etc e Tal/Any Man of Mine (Shania Twain): apesar do pai Xororó, Sandy e Junior flertaram pouco com estilos rurais, como sertanejo ou country. Uma das exceções fica por conta dessa versão de 1996, que está no disco Dig Dig Joy.

Como Um Flash/What a Feeling (Irene Cara): no mesmo CD, a dupla foi buscar inspiração nos anos 80 ao regravar esse sucesso que embala o filme Flashdance (1983) e é um dos clássicos compostos por Giorgio Moroder.

Inesquecível/Incancelabille (Laura Pausini): no álbum Sonho Azul (1997), a dupla se inspirou na música italiana ao regravar Laura Pausini, que tinha trabalhado essa música um ano antes. Curiosamente, a versão de Sandy e Junior seria gravada depois pela própria Laura em português.

Não Ter/Non Che (Laura Pausini): Laura também já havia sido lembrada por Sandy e Junior no disco anterior da dupla, Dig Dig Joy (1996).

Príncipe dos Mares/Como Sueñan Las Sirenas (Ana Torroja): essa versão ficou conhecida por ser trilha de um clipe do seriado dominical Sandy & Júnior, da Globo, em 1999. Trata-se de uma música do primeiro álbum da cantora espanhola Ana Torroja, de 1997.

Love Never Fails (Kathie Lee Gifford): ao tentar a carreira internacional com um disco lançado em 2002, a dupla repaginou uma música pouco conhecida, que havia saído dois anos antes na voz da apresentadora Kathie Lee Gifford.

To Ligado em Você/You're the one that I want (John Travolta e Olivia Newton-John): em 1993, a dupla lançou o disco To Ligado em Você. Além da faixa-título, que é um hit de Olivia Newton-John e John Travolta, Island In Stream/Como é Bom Gostar (Bee Gees), I Numeri/Nós Somos Números (Jovanotti), First Love/Primeiro Amor (Teddy Randazzo) e Splish Splash (Bobby Darin) também ganharam releituras.

Como Eu Te Amo/I Will Always Love You (Whitney Houston): um dos maiores sucessos da diva do soul foi registrada por Sandy e seu irmão no disco Sonho Azul de 1997, mas com uma pegada mais parecida com a de Dolly Parton, que é a compositora do hit e a primeira intérprete também.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.