Após proibição, “Um Dia de Chuva em Nova York”, de Woddy Allen, estreia nos cinemas

Longa traz no elenco Timothée Chalamet, Elle Fanning, Selena Gomez, entre outros, e terá exibição em 28 cidades brasileiras

Um dia de chuva em Nova York, de Woody Allen

Um dia de chuva em Nova York, de Woody Allen

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto: Divulgação Após muita polêmica e o fim de uma disputa judicial com a Amazon, o diretor e roteirista Woody Allen finalmente conseguiu a liberação para que seu mais recente longa, Um Dia de Chuva em Nova York, fosse exibido nos cinemas ao redor do mundo. E nesta quinta-feira (21) o filme estreia em circuito nacional nas salas de 28 cidades, para a felicidade dos fãs brasileiros, que já estavam desesperançosos em ter acesso à obra do cineasta que estava proibida de circulação desde a sua finalização, em 2018. Superados os obstáculos, Allen na 'nova' produção retorna à Manhattan para contar uma história repleta de confusões, casualidades, fortúnios e infortúnios. Retomando a parceria com Vittorio Storaro, vencedor de três prêmios Oscar e que assina a direção de fotografia de seus últimos três longas, o diretor realiza um filme deveras divertido e com belos takes de Nova York. A trama gira em torno dos personagens de Timothée Chalamet (Gatsby) e de Elle Fanning (Ashleigh). Namorados, ele parece não saber muito bem o que quer da vida, enquanto ela é uma dedicada estudante de jornalismo que viu cair de paraquedas em seu colo uma entrevista com um importante diretor de cinema, Roland Pollard (Liev Schreiber), que está divulgando seu novo filme e encarando uma crise criativa. Daí a oportunidade perfeita para o casal deixar a pacata cidade onde moram e estudam para passar um final de semana perfeito e romântico na Big Apple. Mas é claro que os planos não saem como ambos desejavam. No final das contas, cada um vai para um lado e o casal não consegue cumprir absolutamente nada do combinado. Ashleigh, por exemplo, deveria apenas entrevistar Roland, a quem ela muito admira, por cerca de duas horas e então ficar livre para encontrar seu namorado e seguir o roteiro pré estabelecido. Mas, por sorte ou azar, a jovem cruza o caminho de outros figurões de Hollywood como o roteirista e parceiro de Roland, Ted Davidoff (Jude Law), e astro de cinema bonitão Francisco Vega (Diego Luna), com que Ashleigh, inclusive, vai parar por acaso em uma festança repleta de executivos e celebridades que a moça sempre sonhou conhecer. Enquanto isso, Gatsby reencontra de repente antigos colegas e também a bela Chan (Selena Gomez), irmã de uma ex-namorada sua e com quem ele gasta parte do tempo que deveria passar com Ashleigh. Para piorar, Gatsby se vê obrigado a ir à festa organizada por sua mãe, que, inicialmente, não sabia da presença dele em Nova York, sua cidade natal. Nessa sucessão deliciosa de encontros e desencontros inesperados, Ashleigh e Gatsby vão descobrir novos sentidos para as suas vidas e reavaliar suas escolhas atuais para ter o futuro que os protagonistas buscam e merecem. Muitos podem considerar Um Dia de Chuva em Nova York como uma obra mediana na carreira de Woody Allen e, de fato, soa pertinente, porém, já é o bastante para ser melhor do que muitos filmes que estão sendo lançados por aí. https://www.youtube.com/watch?v=Vfpk7JmbePw