Fim de uma era: Bill Gates deixa a diretoria da Microsoft

Fundador da empresa, Gates agora irá focar em atividades filantrópicas

Bill Gates

Bill Gates

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto via Flickr Bill Gates Microsoft são praticamente sinônimos, mas agora as coisas irão mudar para ambos. O co-fundador da empresa anunciou que está deixando o conselho de diretores. Como contou o Deadline, a ideia é focar mais em suas atividades filantrópicas em causas como saúde global, desenvolvimento, educação e combate às mudanças climáticas. Ainda assim, ele continuará presente na Microsoft como uma espécie de mentor ao atual presidente Satya Nadella, que comanda a gigante desde 2014. Sobre o tempo em que trabalharam juntos, Nadella disse: Foi uma tremenda honra e privilégio ter trabalhado e aprendido com Bill nos anos. Bill fundou nossa empresa com uma crença no poder democratizador do software e uma paixão para resolver os desafios mais urgentes da sociedade. E a Microsoft e o mundo são melhores graças a isso. O conselho se beneficiou da liderança e visão de Bill. E a Microsoft continuará se beneficiando da constante paixão técnica de Bill e de seus conselhos para levar nossos produtos e serviços à frente. Bill Gates Bill Gates já havia iniciado sua transição de saída da Microsoft em 2008, quando deixou a rotina diária na companhia. A saída gradual continuou em 2014, quando Bill parou de atuar como presidente do conselho. Nos últimos dias, vale ressaltar, a Fundação Bill & Melinda Gates tem ajudado no combate ao coronavírus. A organização financiou um projeto que desenvolveu testes caseiros para o vírus, distribuídos na região de Seattle, que fica próxima à sede da Microsoft e é o local mais afetado dos EUA.