Friends: tem gente achando que viu cocaína na foto de Jennifer Aniston

Fomos atrás e trouxemos depoimento de professor australiano que falou sobre "manchas brancas" na foto de Rachel, Joey, Chandler, Ross, Phoebe e Monica

Foto da Reunião de Friends

Foto da Reunião de Friends

Tenho Mais Discos Que Amigos
Reprodução / Instagram Essa semana a atriz Jennifer Aniston fez a sua estreia no Instagram e como dizem os jovens, 'quebrou' a Internet. Conhecida por interpretar Rachel em um certo seriado, Jen publicou uma foto justamente da reunião recente do elenco de Friends e fez com que o próprio Instagram ficasse completamente bugado, com muitas pessoas tentando segui-la e não conseguindo. Temos várias 'morais da história' a partir desse caso, como o fato de que ela chegou a 12 milhões de seguidores, sendo disparado o perfil mais popular da série (Courteney Cox, a Monica, é a segunda com menos de 5 milhões), e também um novo vídeo publicado por ela brincando com o fato de que 'não queria' estragar o Instagram, com muita gente dizendo ainda que tudo foi uma baita jogada de marketing para divulgar sua nova série na Apple TV+, The Morning Show, com Reese Witherspoon. Reunião de Friends, Foto e... cocaína? https://www.instagram.com/p/B3scmO3hAcK/ Pois bem, acontece que tem muita gente que acabou vendo coisas demais na imagem e começou a dizer que em cima do celular ao lado de Matthew Perry (Chandler), havia carreiras de cocaína, sugerindo que ele e/ou o resto do elenco teriam usado a droga naquela noite. Muita gente (mesmo) começou a publicar mensagens no Twitter, várias delas dizendo que as pessoas 'deveriam estar comentando sobre a cocaína em cima do telefone'.
Explicação Fotos aproximadas têm mostrado o que parecem ser manchas brancas no aparelho, mas um repórter do site news.com.au foi atrás para saber do que se trata e chamou um especialista em registros como esses, onde a qualidade não é lá essas coisas.
Foto de Friends aproximada

Foto de Friends aproximada

Tenho Mais Discos Que Amigos
A investigação foi até o professor Gale Spring, especialista em interpretações de imagens forenses no Instituto Real de Tecnologia de Melbourne, e a explicação dele é bem simples: 'eu acho que é apenas um reflexo': Quando você olha para o resto da foto há manchas brancas refletidas de superfícies brilhantes. Logo à direita do telefone há o que parece ser uma bandeja, e ela tem os mesmos reflexos de luzes saindo dela. Se olhar cuidadosamente para a direita da cabeça de Matthew Perry, há outro reflexo. Se o telefone estivesse em um case preto virado para baixo e soubéssemos disso com certeza, poderíamos olhar para o material branco e dizer que há algo na parte de trás do telefone, mas não sabemos disso com certeza. Sem outras informações específicas, estamos falando de uma completa especulação e assumindo que o aparelho é um telefone celular, mas nem isso podemos provar. Ao final das contas, deixando claro que tudo é baseado na análise de uma foto que provavelmente foi cortada e ainda teve a qualidade diminuída para ser publicada pela plataforma, o professor conclui que para ele a marca é 'um reflexo de uma fonte de luz ou de uma janela'. E você aí achando que a festa tinha sido animada demais, hein?