Jay-Z explica suposto protesto com Beyoncé no Super Bowl

Colin Kaepernick, jogador cortado da NFL por se ajoelhar durante o hino em 2017, não curtiu muito a atitude do casal

Reprodução/TMZ Jay-Z e Beyoncé se viram em meio a uma polêmica séria após o Super Bowl neste domingo (2). O casal foi visto sentado durante a execução do hino nacional por Demi Lovato na final da NFL, revoltando algumas pessoas e, também, causando confusão com um suposto 'protesto silencioso'. A prática de não se levantar durante o hino é considerada ofensiva nos Estados Unidos. A polêmica é ainda maior porque, desde o ano passado, Jay-Z lidera o time de curadoria musical da liga nacional de futebol americano. Quando assumiu o cargo, o rapper ainda falou sobre o caso de Colin Kaepernick, jogador que foi retirado do time San Francisco 49ers após se ajoelhar durante o hino em várias partidas como protesto contra o racismo. À época, o músico declarou que essa fase 'estava finalizada' para a liga, dizendo ainda que as ações anti racismo 'evoluíram' além da ajoelhada. Após o caso em 2017, a NFL foi alvo de uma série de críticas por ter cortado o jogador, e também boicotada por alguns artistas. Rihanna, por exemplo, recusou o convite para se apresentar no intervalo do jogo. Colin Kaepernick questiona https://www.instagram.com/p/B8F2KL6BVJf/?utm_source=ig_embed Usando as redes sociais, o ex-jogador compartilhou uma publicação que questiona a ação do rapper e da cantora. 'Por que protestar silenciosamente se Jay está trabalhando ao lado da NFL?' Foi essa a pergunta feita por vários fãs do esporte e, também, por Kaepernick e sua esposa no Instagram. Jay-Z responde Em uma conferência na Universidade de Columbia nesta terça-feira (4), o rapper tentou explicar sua atitude e 'jogou a culpa' na esposa, Beyoncé. Segundo ele, a ação passou longe de ser um protesto. Na verdade, não foi, desculpe. Realmente não foi isso. Eu diria a vocês... eu diria: 'Sim, foi o que eu fiz'. Eu acho que as pessoas sabem disso sobre mim. Não precisei fazer um protesto silencioso... Se você olhar para o palco e os artistas que escolhemos -- uma colombiana [Shakira] e uma porto-riquenha [J.Lo] -- estávamos fazendo uma declaração maior ainda. E nós tivemos... um comercial sobre injustiça social durante o Super Bowl. Dado o contexto, não tive que fazer um protesto silencioso. Ele continua: Minha esposa estava comigo e ela me disse: 'Conheço esse sentimento.' Ela está super nervosa porque já se apresentou no Super Bowl antes. Eu nunca o fiz. [...] Então, o tempo todo em que estamos sentados, conversamos sobre a performance e, depois disso, Demi aparece e estamos falando sobre como ela estava linda, como ela soa e o que ela tem passado em sua vida -- por ela estar naquele palco, estávamos tão orgulhosos dela. E então terminou e meu telefone tocou. Jay-Z ainda brincou sobre a filha mais velha que tem com Beyoncé, Blue Ivy, e como ela teria reagido caso o casal tivesse combinado algo assim. Segundo o músico, a garota teria contado o tempo e os cobrado para realmente fazer o protesto. Colou ou não?