Mindhunter entra em “hiato” e Netflix encerra contrato com atores

Elogiada série sobre serial killers tem futuro em jogo e terceira temporada não sairá tão cedo

Mindhunter

Mindhunter

Tenho Mais Discos Que Amigos
Mindhunter (Foto: Netflix) Parece que Mindhunter, uma das mais incríveis séries recentes da Netflix, está com o futuro em risco. De acordo com o site TV Guide, a atração policial foi colocada em 'hiato por tempo indefinido', e os três principais atores da trama, Holt McCallany, Anna Torv e Jonathan Groff tiveram os seus contratos encerrados. Sucesso de público e crítica, Mindhunter não tem problemas com o retorno em cima do investimento da Netflix, mas se depara com outro problema: o produtor executivo e diretor David Fincher está envolvido em outros compromissos e não pode se dedicar completamente à série. Futuro de Mindhunter Com duas temporadas no ar, os próximos episódios do seriado dependem da 'liberação' de Fincher, e no momento ele está atolado em seus projetos: enquanto produz a segunda temporada de Love, Death and Robots, também dirige seu primeiro filme na Netflix, Mank. Como ele está abordando novos territórios, a Netflix não achou justo manter os atores presos aos seus contratos, então os liberou para que possam atuar em outras produções. Vale lembrar que no passado foi noticiado de que David Fincher gostaria de produzir cinco temporadas da série, mas agora isso é um grande ponto de interrogação. O Mundo dos Serial Killers Mindhunter é baseada na biografia de mesmo nome escrita por John E. Douglas, agente do FBI que trabalhou em uma equipe de investigação pioneira. Quando os serial killers começaram a assustar os Estados Unidos em diversos cantos do país, John e alguns colegas formaram um grupo que analisavam os perfis dos assassinos para criar padrões que ajudariam a polícia a evitar novas mortes. Para tanto, tiveram que entrevistar serial killers notórios e ganhar a confiança deles, tentando entender os motivos por trás dos crimes. Mindhunter, a série, foi aclamada pelo ótimo andamento, execução e também por retratar os criminosos de forma praticamente idêntica à vida real. LEIA TAMBÉM: vídeo compara entrevista real de Charles Manson com cena da série 'Mindhunter'