Panic! At The Disco celebra Queen e divide gerações no Rock In Rio

Banda celebrou hits mais recentes e deixou muita gente com saudades de outros tempos

A banda norte-americana Panic! At The Disco, de Las Vegas, subiu ao Palco Mundo do Rock In Rio hoje mais cedo e fez um show divisivo. Não que eles tenham criado uma barreira com o público ou deixado muita gente irritada com a sua sonoridade: é que o grupo experimentou o sucesso em fases distintas da carreira e isso fez com que diferentes gerações que seguiram a banda ficassem separadas na plateia. (Panic! At The Disco no Rock In Rio 2019) A imensa maioria do público (bastante jovem) que estava ali, celebrava canções de discos mais recentes, e cantava sons como 'Victorious', 'LA Devotee', 'Say Amen (Saturday Night)' e mais a plenos pulmões. De outro lado, porém, estavam fãs que cresceram ouvindo a primeira fase da banda, principalmente os discos A Fever You Can't Sweat Out (2005) e Pretty. Odd. (2008). Brendon Urie e seu Panic!, porém, só deram bola para esses álbuns com seus maiores hits, 'I Write Sins Not Tragedies' e 'Nine In The Afternoon', deixando muita gente saudosa por sons como 'The Only Difference Between Martyrdom and Suicide Is Press Coverage', 'But It's Better If You Do', 'That Green Gentleman' e 'Northern Downpour', por exemplo.

Panic! At The Disco no Rock In Rio [caption id='attachment_343620' align='alignnone' width='1000']
Brendon Urie com o Panic! At The Disco no Rock In Rio

Brendon Urie com o Panic! At The Disco no Rock In Rio

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto por Marta Ayora / TMDQA![/caption] Duas coisas, porém, eram claras: quando 'Nine In The Afternoon', 'antiga', foi executada, a maior parte da plateia ficou só observando, e quando 'I Write Sins Not Tragedies' veio, ela foi uma espécie de Norvana que uniu todas as tribos, colocando o público todo pra cantar. Aliás, isso aconteceu novamente logo na sequência quando veio a cover de 'Bohemian Rhapsody', mega clássico do Queen que tornou-se o ponto alto do show. Ao final, 'High Hopes' colocou fogo no set e Brendon Urie agradeceu bastante o público brasileiro, dizendo inclusive que era uma loucura estar abrindo para o Red Hot Chili Peppers já que ele gostaria de ser Anthony Kiedis quando era jovem. [caption id='attachment_343621' align='alignnone' width='1000']
Panic! At The Disco no Rock In Rio 2019

Panic! At The Disco no Rock In Rio 2019

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto por Marta Ayora / TMDQA![/caption] Antes de terminar, vale um destaque para a banda de apoio do cara (já que hoje só ele representa a formação original), um destaque à parte com muito talento e presença de palco nas guitarras, cordas e instrumentos de sopro. Foi quente, saudosista, teve frescor e nostalgia, tudo ao mesmo tempo.
Setlist [caption id='attachment_343622' align='alignnone' width='1000']
Panic! At The Disco no Rock In Rio 2019

Panic! At The Disco no Rock In Rio 2019

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto por Marta Ayora / TMDQA![/caption] Victorious (Fuck A) Silver Lining Don't Threaten Me With a Good Time Ready to Go (Get Me Out of My Mind) LA Devotee Hey Look Ma, I Made It Hallelujah Crazy=Genius The Ballad of Mona Lisa Nine in the Afternoon Girls/Girls/Boys Dancing's Not a Crime This Is Gospel Miss Jackson I Write Sins Not Tragedies Bohemian Rhapsody (Queen cover) Emperor's New Clothes Say Amen (Saturday Night) High Hopes [caption id='attachment_343623' align='alignnone' width='1000']
Panic! At The Disco no Rock In Rio 2019

Panic! At The Disco no Rock In Rio 2019

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto por Marta Ayora / TMDQA![/caption] [caption id='attachment_343624' align='alignnone' width='1000']
Brendon Urie com o Panic! At The Disco no Rock In Rio

Brendon Urie com o Panic! At The Disco no Rock In Rio

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto por Marta Ayora / TMDQA![/caption]