Rancid: um videoclipe de cada disco da lendária banda Punk

Lenda do Punk Rock, banda californiana tem nove álbuns na discografia

Rancid no clipe de Time Bomb

Rancid no clipe de Time Bomb

Tenho Mais Discos Que Amigos
Na ativa desde 1990, o influente Rancid conta com nove discos gravados e, ainda bem, tem se mantido na ativa com turnês e participações em grandes festivais nos últimos anos. Com base no punk rock, hardcore e ska, a banda liderada por Tim Armstrong, Lars Frederiksen e Matt Freeman, coleciona ótimos registros e dispensa mais apresentações, com um justo lugar garantido nos pilares desses estilos. No Brasil, a banda alcançou grande sucesso na década de 90 com a ajuda da MTV, que bombardeou vários clipes, incluindo o hit 'Time Bomb', que passava exaustivamente por aqui, aumentando consideravelmente a legião de fãs da banda, que esperou até 2017 pra ver a tão sonhada estreia no Brasil, em show histórico no Lollapalooza. Esperamos que o Rancid não demore tanto pra voltar em terras brasileiras e esperamos também um novo disco, já que o último foi Trouble Maker, de 2017. Enquanto isso, vamos passear pelos clipes da banda, listando um de cada disco. 1 - 'Hyena' (1994) A estreia já veio forte. O disco homônimo foi lançado pela Epitaph Records e trazia vários elementos da cultura punk aliados a um som com certa dose melodia, capitaneado pela voz rouca de Tim Armstrong. Belo cartão de visitas! https://www.youtube.com/watch?v=md3XneSCvfE 2 - 'Salvation' (1993) O segundo disco, Let's Go, é um clássico e trouxe 'Salvation', primeira música do Rancid a alcançar mídias mais populares como as rádios. O clipe tem estética semelhante ao de 'Hyena', dando destaque a elementos do punk, com direito a moicanos, jaquetas, adereços e o som rolando solto na garagem. https://www.youtube.com/watch?v=jkdZn34AsXo 3 - 'Time Bomb' (1995) Hit máximo na carreira da banda, um dos hinos da MTV Brasil no ano, o clipe de 'Time Bomb' mostrava as influências do ska e se tornou o ponto alto de ... And Out Come The Wolves, o melhor disco do Rancid até hoje. O disco superou o seu antecessor e levou a banda a um patamar considerável de sucesso comercial, com clássicos como 'Maxwell Murder', 'Roots Radicals' e 'Ruby Soho'. https://www.youtube.com/watch?v=DhKHAopx7D0 4 - 'Who Would've Thought' (1998) Após o estrondoso sucesso do disco passado, a banda bateu de frente com o seu maior intervalo sem lançar material e três anos depois, mergulhou de cabeça no reggae, ska e no dub, para lançar Life Won't Wait, que teve algumas faixas gravadas na Jamaica. Alguns fãs e críticos torceram o nariz para o resultado, mas o disco mostra um outro lado, também excepcional, da banda. Apesar de não ter emplacados grandes hits, traz ótimas canções como 'Bloodclot', 'New Dress', 'Leicester Square', 'Corazon de Oro' e 'Coppers' https://www.youtube.com/watch?v=oJqFEk67eLE 5 - 'GGF' (2000) Em seu quinto disco, o Rancid veio com uma volta ao punk rock e, principalmente, ao hardcore, deixando de lado as influências mais experimentais do seu antecessor e lançado o disco mais 'sujo' de toda a carreira. https://www.youtube.com/watch?v=nPjj6AtW5rg 6 - 'Fall Back Down' (2003) O ponto alto do acessível e popular Indestructible mostra muito do que de fato é o Rancid e a sua mescla genial de elementos sonoros. O sexto disco chegou num momento em que algumas passagens importantes na vida de Tim Armstrong estavam acontecendo, como o final do casamento com Brody Dalle (The Distillers) O Rancid continuava lançando bons trabalhos, recheados de pérolas como essa. https://www.youtube.com/watch?v=CinJuVtdp3Y 7 - 'Last One To Die' (2009) Seis anos se passaram desde o último lançamento e algumas dúvidas sobre a banda começaram a ficar no ar, impulsionadas pela saída do baterista Brett Reed e Tim Armstrong e Lars se dedicando com mais força a outros projetos pessoais. Veio então Let The Dominoes Fall, um disco regular, com alguns pontos altos e alguns momentos que passam batido, sem comprometer o legado do grupo. https://www.youtube.com/watch?v=uYW3mVUyUtI 8 - 'Collision Course, Honor Is All We Know & Evil's My Friend' (2014) Para apresentar o novo trabalho, em mais um grande intervalo entre lançamentos inéditos, o Rancid resolveu mostrar aquilo que de fato realmente pode ser tirado de proveito do disco. As músicas mais uma vez mostram o estilo característico de fazer melodias cativantes no punk e criar hits instantâneos. Já o decorrer de ... Honor Is All We Know se mostra um pouco abaixo da média, se comparado aos grandes momentos da banda. https://www.youtube.com/watch?v=9SCF1zbsBfU 9 - 'Ghost Of a Chance' (2017) O disco Trouble Maker, de 2017, marca o último lançamento do Rancid até então. Se saindo melhor que o seu antecessor, mais uma vez mostra vários pontos altos, fazendo justiça a uma carreira muito digna. Além de 'Ghost Of A Chance', temos excelentes momentos como 'Telegraph Avenue' e 'Where I'm Going'. O disco parece um bom passeio por várias épocas e estilos do Rancid, mantem a tradição dos antecessores com uma longa duração e deixa claro que a banda sabe muito bem o território sonoro que criou e que ao mesmo tempo não faz disso uma zona de conforto. https://www.youtube.com/watch?v=gPNgtAkaiKw