Tenho Mais Discos Que Amigos Ringo Starr confirma que “Abbey Road” não era para ser o último disco dos Beatles

Ringo Starr confirma que “Abbey Road” não era para ser o último disco dos Beatles

Fita descoberta recentemente rebateu versão de que a banda sabia que aquela seria sua última gravação

Fita descoberta recentemente rebateu versão de que a banda sabia que aquela seria sua última gravação

O icônico Abbey Road, disco que marcou o fim dos Beatles, celebrou 50 anos em 2019. Com o aniversário veio uma informação polêmica que agora está sendo confirmada por Ringo Starr. Como te contamos por aqui, uma fita antiga recentemente descoberta revelou que a banda não sabia que aquele seria seu último álbum. A informação é diferente do que sabíamos até pouco tempo -- que os Garotos de Liverpool já teriam entrado em estúdio conformados com o fim. Agora, o baterista confirmou que, sim, os Beatles queriam continuar após Abbey Road. Em entrevista com a BBC 6 Music (via NME), Starr disse:

Nós fizemos o Abbey Road e pensamos, 'okay, isso é muito bom...' Mas nenhum de nós disse, 'okay, essa é a última vez que vamos tocar juntos.' Ninguém disso isso. Eu nunca me senti assim. Iríamos fazer esse disco e depois sair para fazer o que quiséssemos fazer. E aí o Paul nos ligaria para dizer, 'hey, vocês querem ir ao estúdio, rapazes?', e aí iríamos fazer mais um. Então não foi o fim -- porque, no fim, o amor que você leva é igual ao amor que você produz. Então eu nunca senti que estava escrito em pedra. Já pensou se tudo tivesse sido diferente? LEIA TAMBÉM: John Lennon não gostava de música 'machista' dos Beatles, revela entrevista