The 1975 promete tocar apenas em festivais com equilíbrio de gêneros

O vocalista Matt Healy afirmou que a banda irá exigir diversidade para aceitar tocar de agora em diante

Matty Healy, do The 1975 no Lollapaloza Brasil

Matty Healy, do The 1975 no Lollapaloza Brasil

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto por Stephanie Hahne/TMDQA! Recentemente, os festivais de Reading Leeds divulgaram seus lineups e muita polêmica surgiu. Uma delas foi sobre a maioria masculina se apresentando no evento, e Matt Healy, líder do The 1975, usou a oportunidade para tomar uma atitude a respeito dessa desigualdade. Depois que a repórter do The Guardian Laura Snapes chamou atenção para este fato, Healy teve momentos de revelação em seu próprio Twitter que o levaram a uma conclusão. Para ajudar a promover a igualdade de gêneros em line-ups, sua banda só tocará em festivais equilibrados. Ele fez a promessa em um Tweet, no qual escreveu: Leve isso como eu assinando esse contrato — eu já concordei com alguns festivais que podem não aderir a isso e eu nunca desapontaria os fãs que já possuem ingressos. Mas de agora em diante eu irei [exigir isso] e acredito que é assim que artistas homens podem ser verdadeiros aliados. E aí, acha uma boa iniciativa? The 1975 e polêmicas de Matt Healy com Ellie Goulding
Vale lembrar que o The 1975, especificamente o vocalista Healy, teve uma polêmica recente envolvendo Ellie Goulding. Isso porque, alguns dias atrás, ele citou a cantora como exemplo de artistas que têm 'bilhões de streams' mas que as pessoas 'não necessariamente compram seus álbuns'. A britânica respondeu dizendo que tem 3 álbuns multi-platina. Os fãs não perdoaram nas respostas do Tweet sobre os festivais, lembrando ironicamente de sua atuação como um 'verdadeiro aliado' ao falar mal de Goulding. Complicado!