Tom Araya foi um dos primeiros fãs do Rage Against the Machine, conta Tom Morello

Em 1991, o baixista e frontman do Slayer teria comprado (por cinco dólares!) a fita K7 da banda das mãos de Morello

Tom Morello (Rage Against the Machine) e Tom Araya (Slayer)

Tom Morello (Rage Against the Machine) e Tom Araya (Slayer)

Tenho Mais Discos Que Amigos
Fotos: Wikimedia Commons Em 12 de dezembro de 1991, o Rage Against the Machine ainda não havia nem lançado seu primeiro disco. Mas a banda já tinha alguns fãs e já tocava em algumas casas de show na Califórnia, como o Club Lingerie, que os recebeu nesse dia. Pois essa apresentação teve um convidado muito especial, segundo Tom Morello. O guitarrista falou para a Consequence of Sound que Tom Araya, do Slayer, foi assistir ao show e ainda acrescentou: Depois do show eu vendia nossas fitas K7 por cinco dólares. E muitas vezes as pessoas da indústria só pediam uma fita. [Araya] esperou na fila com o resto das pessoas do show, me deu cinco dólares, e eu vendi a fita a ele. E eu fiquei tipo, 'Respeito, mano, é isso aí!'. Humildade é tudo, né? A fita demo em questão já tinha grande parte dos sucessos do disco homônimo de estreia, lançado em 1992. 'Bombtrack', 'Freedom', 'Know Your Enemy' e, claro, 'Killing in the Name' estavam entre as 12 faixas. Confira na íntegra abaixo em uma playlist! Rage Against the Machine e Slayer no Brasil https://www.youtube.com/watch?v=7nnFGwxNGFk&list=PLE6EC144EEF3981F5 A última passagem da banda pelo Brasil foi em 2010, no festival SWU. Mas recentemente o quarteto anunciou uma reunião e parece que acontecerão shows na América do Sul em 2020. Enquanto isso, fizemos uma playlist para quem quiser relembrar ou conhecer o RATM. Já o Slayer fez muito provavelmente seu último show por aqui no Rock in Rio 2019. Apesar disso, o agente da banda disse que eles não devem encerrar as atividades.