Música Tiago Iorc fala após polêmica com Anavitória sobre música

Tiago Iorc fala após polêmica com Anavitória sobre música

Cantor disse que escritório da dupla estaria agindo de má fé para prejudicá-lo profissionalmente; assista ao vídeo completo

  • Música | Do R7

Tiago lamentou que caso tenha se tornado público

Tiago lamentou que caso tenha se tornado público

Reprodução/Instagram

Depois que Ana, do duo Anavitória, revelar que Tiago Iorc impediu que ela e a amiga de regravarem o sucesso Trevo, o músico usou as redes sociais para dar a versão dele aos fatos. 

Tiago disse que decidiu se manifestar depois de ter sido "cancelado na internet" em pleno sábado (13) e lamentou que o caso tenha se tornado público.

"Isto deveria ser um assunto privado. Me sinto extremamente desconfortável e até sem jeito de ter que manifestar publicamente em relação isso, principalmente nesse momento tão delicado que a gente está vivendo", desabafou Tiago.

O cantor declarou que entende o sentimento de frustração de Ana e disse que se sentiria da mesma forma se "não soubesse o que está acontecendo por trás de tudo isso". Tiago acusou o escritório responsável por agenciar a carreira da dupla de "agir de má fé".

"Me parece evidente que, nesta tua atitude impensada de tornar isso público,  você não sabe da missa a metade. O escritório que gerencia a carreira de vocês, que é o escritório com qual eu trabalhava e não trabalho mais, vem repetidamente sabotando meu trabalho, agindo de má fé para me prejudicar, causando danos, inclusive, financeiros", afirmou o músico.

E continuou: "Em relação a sua manifestação, Ana, eu 'to' contigo'. Acho que existe sim essa dor que a música vá para o mundo, mas também é um pouco contraditório, porque, de fato, a música é para ser sua, mas a lei de direito autoral existe para proteger os autores. Tenho certeza que na sua vida artística você nunca abriu mão disso porque sabe o valor". 

Tiago também reforçou que não tem o intuito de prejudicar Anavitória, nem a música, e apenas tomou a atitude para reverter o direito dele.

Assista ao vídeo na íntegra 

Últimas