Trilha de Sexta 2 Demônios da Garoa revelam origem do nome no Trilha do Nosso Jeito

Demônios da Garoa revelam origem do nome no Trilha do Nosso Jeito

Os músicos lembraram também o tempo de funcionários da Rádio Record e falaram sobre o sucesso de Trem das Onze

  • Trilha de Sexta 2 | Do R7 Conteúdo e Marca

Demônios da Garoa contam histórias marcantes do passado no 'Trilha do Nosso Jeito'

Demônios da Garoa contam histórias marcantes do passado no 'Trilha do Nosso Jeito'

Divulgação/ShowLivre

Os Demônios da Garoa agitaram o palco da live 3 do Trilha do Nosso Jeito, exibido na quinta (28) nas redes sociais da Record TV e também do Portal R7.

Durante o programa, que tem apoio da Cerveja Crystal, o grupo interpretou clássicos do samba como Saudosa Maloca, Tiro ao Álvaro, Trem das Onze e O que É que a Baiana Tem. “Foi uma experiência incrível, um astral maravilhoso. Nós nos preparamos para entregar o nosso melhor, e saímos muito satisfeitos com o resultado”, afirmam os Demônios da Garoa.

Origem curiosa
Os Demônios da Garoa nasceram em 1943, no tradicional bairro da Mooca, na zona leste de São Paulo. Antes, chamavam-se Grupo do Luar. Durante a participação em um programa de calouros de uma rádio de São Paulo, foi aberto um concurso para que os ouvintes mandassem sugestões de um novo nome para o grupo, até que pintou Demônios da Garoa.

A origem do nome é curiosa. Segundo o próprio grupo, “Demônios” é porque o locutor à época se referia ao Grupo do Luar como "esses endiabrados", pois eram jovens entre 13 e 14 anos e arteiros. Já a “Garoa” é pelo fato de a cidade de São Paulo ser conhecida naquele tempo como “Terra da Garoa”. Assim nasceu o nome Demônios da Garoa. Entretanto, eles afirmam que até hoje não sabem quem foi o fã que enviou essa sugestão à Rádio.

O que também pouca gente sabe é que os Demônios da Garoa foram funcionários da Rádio Record nos anos 50. “O conjunto foi funcionário da Rádio Record por mais de 15 anos, e foi uma época muito especial. Fazíamos parte do casting de grandes nomes da MPB. Uma época de muito aprendizado, amadurecimento, do qual temos muita saudade”, afirma o grupo.

Momento atual

Com quase 80 anos de estrada, os Demônios da Garoa dão dicas de como enfrentar os altos e baixos da carreira musical, principalmente a quem está no início. “Você tem que ter o pé no chão e, principalmente, muito amor e dedicação para que, independentemente da fase em que você esteja, possa sempre entregar o melhor ao público”, recomenda.

E, para atravessar gerações, o grupo conta com a união da família. “Devido à longevidade do grupo, e por sermos muito 'família', sempre que tem um churrasquinho ou uma festa em casa acaba saindo alguma música do nosso repertório. Isso ajuda a nos manter vivos no coração dos fãs. E a gente fica muito feliz em ver essa renovação, não só no conjunto, que vem de pai para filho, mas também em nossos fãs”, comemora.

Trem das Onze é eleita a música-símbolo da cidade de São Paulo

Eles também comentaram o fato de a música Trem das Onze ter sido eleita a música-símbolo da cidade de São Paulo. “Orgulho imenso em saber que é uma música que nasceu em berço nosso. Quando o Adoniran Barbosa trouxe a letra, ela era um pouco diferente. Não tinha as introduções. Foi lapidada e virou a versão que todos conhecem”, explica o grupo.

Segundo o conjunto, a canção de 1965 foi considerada o “samba do século”, além de ter sido gravada em mais de 20 idiomas.

Últimas