Turma do Pagode fará live na piscina de condomínio: 'Experiência nova'

É a primeira vez que uma banda com milhares de fãs se apresenta nestes moldes na quarentena; show é nesta quarta-feira (13) a partir das 18h30 

Show da banda terá cerca de 4 horas de duração

Show da banda terá cerca de 4 horas de duração

Divulgação

Com tantas opções de lives dos mais variados estilos musicais, dá para dizer que os músicos da Turma do Pagode vão inaugurar uma categoria inédita de shows ao vivo transmitidos de casa nesta quarentena no Brasil. A banda vai fazer uma live diretamente da piscina de um condomínio, na zona norte de São Paulo, nesta quarta-feira (13) a partir das 18h30.

"Sou um telespectador assíduo de lives de todos os gêneros e em um sábado estávamos em casa vendo o show do David Guetta e achei muito louco [o DJ francês tocou na área de lazer de um prédio em Miami, nos EUA]. Na mesma hora liguei para o nosso diretor de vídeo, Thiago, perguntei se a gente conseguia fazer e ele disse que sim", relembra Thiagão, integrante do Turma.

"Aí, foi uma grande maratona para achar um condomínio que aceitasse e deu certo no condomínio do nosso diretor de vídeo. Ele é vizinho de quase todos nós, é tão perto que tem gente que consegue até ir a pé. O condomínio tem três torres viradas para a piscina, e, por incrível que pareça, vai ter galera assistindo nas varandas. Acredito que vai ser bem legal", completa.

Músicos vão arrecadar doações

Músicos vão arrecadar doações

Divulgação

Para viabilizar a live, o síndico do condomínio consultou todos os apartamentos e a adesão foi quase total, 98% dos moradores foram a favor. Em respeito a esta minoria, foram estabelecidas regras de horário e som. "Talvez esse 2% possam até curtir também o que vamos fazer lá", torce Thiagão.

Diante da repercussão, o grupo também não descarta de ideia de repetir a live nestes moldes.

"A gente vai perguntar na live se a galera quer a Turma no condomínio. A gente acbaou pensando nisso até mesmo para criar aquela expectativa. Somos de Santana, zona norte, e nos prédios estão tendo muitas apresentações de músicos, saxofonistas, isso mobiliza tanto... Mesmo que a pessoa não goste do estilo musical, acaba vendo, é o entretenimento que ela tem naquele momento", avalia o músico. 

Repertório misturará hits do grupo e grandes clássicos

Repertório misturará hits do grupo e grandes clássicos

Reprodução/Instagram

Dois drones serão usados para filmar os moradores que estarão curtindo o show nas respectivas varandas. Thiagão comemora poder ter o público pertinho novamente: "O show é troca de energia. Se a galera está vibrando, automaticamente você vibra junto e fica sensacional.  A gente acha que vendo as pessoas, em algum momento cantando, mesmo que não dê pra ouvir, se sinta acolhido de alguma forma. Vai ser uma experiência nova".

Músicas para todos e ajuda social

O repertório desta segunda live da banda vai trazer de tudo um pouco no intuito de agradar desde os fãs da Turma do Pagode até grandes clássicos do gênero e também outros estilos musicais.

"É um formato muito diferente, na primeira live, éramos só nós, tocamos 90% de músicas da Turma. Agora, como teremos o púiblico, a gente quer ser o mais democrático possível. É para a galera se divertir e cantar", explica Thiagão. 

Esta é a segunda live da Turma do Pagode

Esta é a segunda live da Turma do Pagode

Reprodução/Instagram

A live, é claro, tem cunho beneficente e pretende ajudar quem precisa neste momento de crise por conta da pandemia de covid-19. O próprio condomínio onde a banda vai tocar tem uma ação social que também será beneficiada com o show ao vivo.

Thiagão reforça que o grupo e a equipe cumpriram todas as exgiências necessárias e medidas de segurança no controle da pandemia de covid-19. Está proibido, inclusive, que os moradores desçam na área de lazer do prédio.