Vagalume Guerra, baterista da Fresno, mostra em primeira mão a letra de "Deve Ser Difícil Ser Artificial"

Guerra, baterista da Fresno, mostra em primeira mão a letra de "Deve Ser Difícil Ser Artificial"

SIngle sai nesta sexta-feira e antecipa o primeiro álbum do pernambucano

Vagalume
Vagalume

Vagalume

Vagalume

Thiago Guerra, o baterista da Fresno em breve vai mostrar o seu trabalho autoral. Assinando simplesmente Guerra, o músico lança nesta sexta-feira (19) o single "Deve Ser Difícil Ser Artificial" que tem a sua letra antecipada exclusivamente para o Vagalume (veja abaixo).

A música vai estar em "NUMATOFUTURO", que chega em fevereiro e promete trazer uma fusão de pop, funk e elementos clássicos da MPB,com bastante uso de timbres retrô de sintetizadores.

Vagalume

Vagalume

Vagalume
Apesar de ua carreira longa essa é a primeira vez que ele atua como homem de frente e os desafios nessa nova fase são muitos. "É o meu primeiro trabalho sozinho, e isso carrega uma energia muito doida e diferente pra mim que sempre atuei em grupo. Foi um processo cheio de descobertas, autoconhecimento e diversão”, ele conta no release.

Vagalume

Vagalume

Vagalume
Guerra também deixa claro que este é um projeto paralelo, para dar vazão a um lado seu que não cabe na música da banda que ele integra há uma década. Para 2024 há também a promessa de muitas novidades em relação aos veteranos do rock brasileiro do século 21.

Confira a letra:

Vagalume

Vagalume

Vagalume
Deve Ser Difícil Ser Artificial
(Thiago Guerra)

Todo dia eu levanto, quero meu café
E depois eu quero só ficar só…
Recebendo milhões de mensagens
Respondendo um monte de besteira
E estou aqui parado
"nesse" metro quadrado
Pronto! foi enviado!
Plim…

Nos transformamos num coletivo parado, pairando no ar
Nos transformamos numa doideira espacial.

Deve ser difícil ser artificial
Deve ser difícil ser artificial
A arte de ser antissocial
Deve ser difícil ser artificial

Todo dia eu levanto, quero meu café
E depois eu quero só ficar só…
Recebendo milhões de mensagens
Respondendo um monte de besteira
E estou aqui parado
"nesse" metro quadrado
Pronto! foi enviado!
Plim…

Nos transformamos num coletivo parado, pairando no ar
Nos transformamos numa doideira espacial.

Deve ser difícil ser artificial
Deve ser difícil ser artificial
A arte de ser antissocial
Deve ser difícil ser artificial

Será que somos um só?
Conectados.
E se não somos um só,
Interligados.

Deve ser difícil ser artificial
Deve ser difícil ser artificial
A arte de ser antissocial
Deve ser difícil ser artificial

Deve ser difícil ser artificial
Deve ser difícil ser artificial
A arte de ser antissocial
Deve ser difícil ser artificial.

Fonte: Vagalume
Últimas