Vagalume Revista escolhe os piores discos já feitos por artistas brilhantes

Revista escolhe os piores discos já feitos por artistas brilhantes

Lista da Rolling Stone relembrou os momentos menos inspirados de Kiss, Elvis, Dylan, Bowie e mais

Vagalume
Vagalume

Vagalume

Vagalume

A edição americana da Rolling Stone publicou uma divertida lista onde relembra alguns dos piores discos feitos por artistas que, fora mancadas como essas, podem ser considerados brilhantes. O ranking não chega a ser muito polêmico, são geralmente esses LPs que ficam em último lugar, ou quase, em textos do tipo "todos os discos de fulano do pior para o melhor").

Assim, estão lá "Cut The Crap", lançado por um The Clash desconfigurado em 1983, "The Elder", a tentativa do Kiss de fazer um álbum conceitual (1981) ou "Never Let Me Down", o disco mais sem foco feito por David Bowie (1987).

Vagalume

Vagalume

Vagalume


Os tais "discos não representativos" aliás formam uma boa parte do ranking, além do disco do Clash (feito sem o guitarrista Mick Jones), a lista também se lembrou de um disco dos Doors sem Jim Morrison ("Full Circle" de 1972), o do Velvet Underground sem Lou Reed ("Loaded", 1973), o feito pelo Black Sabbath com apenas o guitarrista Tony Iommi da formação clássica ("Forbidden", de 1995), o do Van Halen com vocais de Gary Cherone e o do Queen com o vocalista Paul Rodgers em 2008.

Vagalume

Vagalume

Vagalume


Três ex-Beatles estão no top 50 (Ringo foi poupado): George Harrsion com "Gone Troppo", de 1982, Paul McCartney com a trilha de "Give My Regards To Braod Street", LP de 1984 onde ele regravou músicas de sua ex-banda, e John Lennon com o experimental Two Virgins".

Vagalume

Vagalume

Vagalume


O primeiríssimo lugar do ranaking ficou com o atulamente proscirto Kanye West e seu "YE". "Com apenas 23 minutos, o álbum caótico e incompleto foi feito em Wyoming bem na época em que ele disse ao TMZ que a escravidão era uma “escolha” e começou a usar um boné com "Make America Great Again" em público", diz o texto que conclui que ele nunca fez uma música menos vital do que esta.

Veja o "top 10" escolhido pela revista:

Vagalume

Vagalume

Vagalume

10 - "Mardi Gras" (1972) - Creedence Clearwater Revival ("a banda chegou fim ao logo depois deste fracasso")
9 - "American Dream" (1988) - Crosby Stills Nash and Young ("uma semi-esquecida nota de rodapé na longa saga do quarteto")
8 - "Fun In Acapulco" (1963) - Elvis Presley ("para muitos aficionados, este é o ponto mais baixo da carreira de Elvis, e com razão")
7 - "Unfinished Music No. 1: Two Virgins" (1968) - John Lennon e Yoko Ono ("do ponto de vista musical é um disco tolo e, no geral, sem sentido")
6 - "Forbidden" (1995) Black Sabbath ("só é um disco do Sabbath no sentido mais abrangente do termo")

Vagalume

Vagalume

Vagalume


5 - "Down In The Groove" (1988) - Bob Dylan ("um disco sem um único momento redentor")
4 - "Metal Magic" (1983) - Pantera ("onde eles soam como uma genérica banda do segundo escalão do hair metal")

Vagalume

Vagalume

Vagalume


3 - "Union" - Yes (1991) ("o tecladista Rick Wakeman chama o álbum de "Onion" ("ceboia") porque o faz chorar")
2 - "Squeeze" (1973) - Velvet Underground ("quando o LP saiu o VU era uma banda apenas no nome")
1 - "Ye" (2018) - Kanye West ("marca o início do mais desastroso colapso artístico e pessoal da história da música popular").

Fonte: Vagalume
Últimas