Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após revolta, Unity diz que fará mudanças em plano de cobrança por instalação de jogos

A proprietária da ferramenta de desenvolvimento Unity afirmou que fará mudanças em seu novo plano de negócios altamente controverso...

Outer Space|

Após revolta, Unity diz que fará mudanças em plano de cobrança por instalação de jogos
Após revolta, Unity diz que fará mudanças em plano de cobrança por instalação de jogos Após revolta, Unity diz que fará mudanças em plano de cobrança por instalação de jogos

A proprietária da ferramenta de desenvolvimento Unity afirmou que fará mudanças em seu novo plano de negócios altamente controverso, após experimentar a revolta de muitos desenvolvedores.

Na semana passada, a empresa anunciou que passaria a cobrar dos desenvolvedores por cada instalação feita de seus jogos. A nova regra será – ou seria – implantada em janeiro de 2024 para todos os jogos que atendam a um limite mínimo de receita e ultrapassem uma contagem mínima de instalações vitalícias.

Para assinantes dos planos Unity Personal e Plus, a taxa entraria em vigor após 200.000 instalações e US$ 200.000 em receita vitalícia. Os estúdios seriam cobrados US$ 0,20 por instalação.

A taxa cai para US$ 0,01 para assinantes Unity Pro e Enterprise com US$ 1 milhão em receita do ano passado e instalações vitalícias de um milhão ou mais.

Publicidade

Após a indignação inicial, a Unity tentou esclarecer que isso não se aplica a jogos de caridade, bem como à maioria das demos, e afetaria apenas 10% dos clientes.

A ideia caiu como uma bomba no meio dos desenvolvedores, que imediatamente questionaram a possibilidade absurda de serem cobrados quando um indivíduo instala um jogo várias vezes. A possibilidade de ter que migrar do Unity, que é uma das plataformas de desenvolvimento mais populares juntamente com o Unreal Engine, poderia ser cogitada por estúdios maiores, mas implicaria em custos fora da realidade dos desenvolvedores pequenos, sem falar do tempo necessário para treinamento da equipe com uma ferramenta nova.

Publicidade

A rejeição ao plano levou a protestos e até ameaças contra a Unity, que nesta segunda-feira emitiu uma nova posição dizendo que iria “fazer mudanças” em seus planos.

“Nós ouvimos vocês. Pedimos desculpas pela confusão e angústia causada pela política de taxas de tempo de execução que anunciamos na terça-feira. Estamos ouvindo, conversando com os membros da nossa equipe, comunidade, clientes e parceiros e faremos alterações na política”, anunciou a Unity.

Publicidade

“Compartilharemos uma atualização em alguns dias. Obrigado pelo seu feedback honesto e crítico”.

Embora a resposta da Unity possa soar como um alento, muitos desenvolvedores ainda têm dúvidas sobre as intenções da empresa, que não comentou sobre eliminar a taxa de tempo de execução em sua totalidade.

“É assustador pensar que a liderança da Unity arrastou isso no fim de semana, deixando todos os estúdios com preocupações existenciais genuínas, e mesmo agora não podemos simplesmente dizer ‘nossa intenção é reduzir a taxa por instalação’. Temos que ficar preocupados por mais tempo e continuar falando sobre isso”, comentou o cofundador da produtora Vlambeer, Rami Ismail.

Na semana passada, a Unity teve que fechar seus escritórios em Austin e São Francisco e cancelar uma reunião após receber ameaças de morte por causa do novo plano de negócios.

O post Após revolta, Unity diz que fará mudanças em plano de cobrança por instalação de jogos apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.