Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Nitro
Publicidade

Chefe do Xbox, Phil Spencer agora quer comprar a Nintendo

A aquisição da Activision Blizzard certamente não será a última para a Microsoft e pode não ser a maior, já que o chefe do Xbox,...

Outer Space|Do R7


Chefe do Xbox, Phil Spencer agora quer comprar a Nintendo
Chefe do Xbox, Phil Spencer agora quer comprar a Nintendo

A aquisição da Activision Blizzard certamente não será a última para a Microsoft e pode não ser a maior, já que o chefe do Xbox, Phil Spencer, tem como sonho de consumo a Nintendo.

Depois de um manuseio incorreto por parte da FTC, muitos documentos restritos do processo movido contra a Microsoft nos Estados Unidos acabaram vazando na noite de segunda-feira. Entre eles, foi encontrado um e-mail escrito por Phil Spencer declarando seu desejo de adquirir a Nintendo. Ele também cita a Valve entre seus alvos potenciais.

O e-mail datado de agosto de 2020 mostra uma conversa entre Spencer e executivos da Microsoft, entre eles o vice-presidente executivo e diretor comercial da Microsoft, Takeshi Numoto, na qual é discutida a potencial aquisição da Nintendo.

O assunto começa com uma discussão sobre a aquisição do TikTok pela Microsoft, e então Numoto pergunta por que a Microsoft não estava buscando uma empresa como a Nintendo ao invés da rede social.

Publicidade

“Takeshi, concordo totalmente que a Nintendo é o principal ativo para nós nos jogos, e hoje os jogos são o nosso caminho mais provável para a relevância do consumidor”, responde Spencer na troca de mensagens.

Nos e-mails, Spencer se mostra muito interessado na Nintendo e chega a dizer que uma aquisição da empresa seria o grande momento de sua carreira como executivo, mas também reconhece que é uma negociação difícil porque a casa de Mario tem muito dinheiro e não sofre pressão de seu conselho por resultados ainda melhores.

Publicidade

“Tive inúmeras conversas [com a Nintendo] sobre uma colaboração mais estreita e sinto que se alguma empresa dos EUA tivesse uma chance com a Nintendo, provavelmente estaríamos na melhor posição. A situação infeliz (ou feliz para a Nintendo) é que a Nintendo está com uma grande pilha de dinheiro, eles têm um [Conselho de Administração] que até recentemente não pressionou por novos aumentos no crescimento do mercado ou na valorização das ações”.

Spencer prosseguiu dizendo que o ex-membro do conselho da Microsoft, Mason Morfit, presidente da ValueAct, estava “adquirindo pesadamente ações da Nintendo” e que isso “poderia criar oportunidades” para a Microsoft, embora o plano de uma aquisição hostil, isto é, assumir o controle da empresa por via da compra da maioria das ações, não seja o mais adequado para o executivo.

Publicidade

“Digo ‘até recentemente’ porque nosso ex-membro do conselho da MS, ValueAct, adquiriu fortemente ações da Nintendo e mantive contato com Mason Morfit ao longo do tempo, à medida que ele fazia aquisições. Ele provavelmente pressionará por mais ações da Nintendo, o que poderia criar oportunidades para nós”, escreveu Spencer.

O chefe do Xbox também comenta que enxerga um futuro mais promissor para a Nintendo fora do mercado de hardware, mas afirmou que a empresa estava demorando “muito tempo” para abdicar da ideia de construir seus próprios consoles.

“Sem esse catalisador, não vejo um ângulo para uma fusão mutuamente aceitável de curto prazo entre Nintendo e Microsoft, e não acho que uma ação hostil seria uma boa jogada, então estamos jogando o longo prazo. Mas nosso Conselho de Administração viu o artigo completo sobre a Nintendo (e a Valve) e eles apoiam totalmente qualquer um deles se surgir uma oportunidade, assim como eu”.

Spencer concluiu: “Em algum momento, comprar a Nintendo seria um momento alto de carreira e acredito honestamente que será uma boa jogada para ambas as empresas. Só está demorando muito para a Nintendo ver que seu futuro existe em seu próprio hardware. Muito tempo”.

O interesse da Microsoft na Nintendo não é novo. Há mais de 20 anos, quando planejava o lançamento do primeiro Xbox, a Microsoft tentou fazer uma proposta de aquisição à Nintendo, mas foi recebida com “uma hora de risadas” por parte de Kyoto.

As discussões vazadas ainda mostram que Phil Spencer retornou ao assunto que estava em andamento em 2020, incluindo as possibilidades de compra da ZeniMax (dona da Bethesda) e Warner Bros. A aquisição da ZeniMax foi confirmada em 2021, já a da WB Interactive aparentemente não progrediu.

“Não direi que a WB ou Zeni são a Nintendo, mas ambos estão à venda e podemos obtê-los se as coisas se alinharem. Não possuiríamos nenhuma propriedade intelectual, o que prejudica a flexibilidade a longo prazo, e o único obstáculo para Zeni são as expectativas de avaliação dos fundadores”, comentou Spencer.

O post Chefe do Xbox, Phil Spencer agora quer comprar a Nintendo apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.