Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Nitro
Publicidade

Japoneses pedem cancelamento de Assassin’s Creed Shadows em petição

A polêmica em torno de Assassin’s Creed Shadows e seu protagonista, um samurai africano, continua rendendo. Agora, são os próprios...

Outer Space|Do R7


A polêmica em torno de Assassin’s Creed Shadows e seu protagonista, um samurai africano, continua rendendo. Agora, são os próprios jogadores japoneses que estão expressando seu descontentamento com a falsificação da história em prol de uma agenda política e pedem o cancelamento do jogo em uma petição com mais de 25 mil assinaturas.

Desde que a Ubisoft anunciou que Assassin’s Creed Shadows seria protagonizado por uma mulher e um suposto “poderoso samurai africano de importância histórica”, muitos japoneses demonstraram frustração com a representação do país e sua cultura, alegando que a história de Yasuke, um escravo levado por jesuítas ao Japão no século 16 e que viria a se tornar ajudante de Oda Nobunaga, o mais importante senhor feudal da época, foi deturpada.

Os autores da petição no site Change.org argumentam:

“Recentemente, o próximo lançamento da desenvolvedora de jogos Ubisoft, Assassin’s Creed Shadows, foi seriamente questionado por sua falta de precisão histórica e respeito cultural. O jogo se concentra nos samurais japoneses, ignorando o fato de que os samurais são o escalão superior da classe samurai e deveriam ser “gokenin” ou servos dos nobres. Na verdade, William Adams (Anjin Miura), o primeiro europeu a receber o título de samurai, serviu a Tokugawa Ieyasu como hatamoto com um comando de 250 koku. Ao longo desta história, a Ubisoft continua a compreender mal a verdadeira natureza e o papel do samurai. Isto é um grave insulto à cultura e história japonesas e também pode estar ligado ao racismo asiático”.

Publicidade

A petição pede pelo cancelamento do jogo, o que parece muito improvável a esta altura, visto que o jogo será lançado em novembro.

“Apelamos à Ubisoft para cancelar imediatamente o lançamento de Assassin’s Creed Shadows e mostrar investigação séria e respeito pela história e cultura japonesas. Preciso da sua assinatura. Assine esta petição para dizer à Ubisoft que o respeito cultural e a precisão histórica são importantes”.

Publicidade

A petição foi iniciada em 19 de junho e parece estar ganhando cada vez mais força. Embora a Ubisoft não tenha se posicionado sobre a petição, recentemente o CEO da empresa, Yves Guillemot, condenou os “ataques online maliciosos e pessoais” direcionados aos criadores e apoiou a escolha dos designers. “Quero deixar claro que nós, na Ubisoft, condenamos estes atos odiosos nos termos mais fortes possíveis e encorajo o resto da indústria e os jogadores a denunciá-los também”, comentou Guillemot.

As escolhas dos designers da Ubisoft serão colocadas à prova quando Assassin’s Creed Shadows for lançado em 12 de novembro no PC, Mac, PS5 e Xbox Series X|S.

O post Japoneses pedem cancelamento de Assassin’s Creed Shadows em petição apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.