Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Nitro
Publicidade

Microsoft pode fechar outros estúdios do Xbox, segundo jornalistas americanos

Após o anúncio do fechamento da Tango Gameworks, Arkane Austin e dois outros estúdios da Bethesda, reportagens da Bloomberg e The Verge...

Outer Space|Do R7

Após o anúncio do fechamento da Tango Gameworks, Arkane Austin e dois outros estúdios da Bethesda, reportagens da Bloomberg e The Verge lançaram luz adicional sobre a situação caótica na administração do Xbox.

Quando 1.900 demissões foram anunciadas pelo Xbox em janeiro passado, o foco estava principalmente nos empregos “duplicados” resultantes da aquisição da Activision Blizzard. Ontem, os cortes visaram especificamente a ZeniMax, eliminando quatro estúdios da família Bethesda. Até agora, os Xbox Game Studios foram poupados, mas tudo indica que esses não passarão imunes aos cortes planejados pela equipe de Phil Spencer.

A Microsoft não fecha um estúdio Xbox desde o Lionhead Studios em 2016, mas segundo informações obtidas pelos jornalistas Jason Schreier, da Bloomberg, e Tom Warren, do The Verge, unidades do Xbox Game Studios seriam as próximas vítimas do plano de enxugamento nas operações do Xbox.

De acordo com Schreier, o Arkane Austin e o Tango Gameworks não foram fechados por causa do desempenho comercial de Redfall e Hi-Fi Rush. A decisão do comando do Xbox teria levado em conta o fato dos dois estúdios terem lançados jogos recentemente, o que tornava mais fácil encerrar suas operações neste momento, antes que fosse necessário fazer novos investimentos em projetos futuros.

Publicidade

O Arkane Austin, por exemplo, propôs retornar às suas raízes fazendo um jogo de simulação imersiva (talvez um Dishonored 3?), enquanto a Tango Gameworks estava disposta a fazer uma sequência de Hi-Fi Rush. Em ambos os casos, seria necessário liberar dinheiro para contratações e investir em longo prazo, já que o desenvolvimento de um jogo hoje em dia requer alguns anos de esforço.

Em relação aos fechamentos em geral, Matt Booty, o chefe dos estúdios do Xbox que hoje em dia cuida do trabalho sujo no lugar de um mais discreto Phil Spencer, declarou ontem que os estúdios do grupo estavam muito dispersos e as equipes de projetos maiores na Bethesda sentiam a necessidade de mais contratações. Foi decidido então fechar os quatro estúdios para poder liberar recursos em outros lugares, segundo Booty.

Publicidade

As demissões parecem ser uma solução pouco ortodoxa para compensar a falta de pessoal, mas fica evidente que a Microsoft identificou estúdios e propriedades intelectuais mais importantes no portfólio do grupo, e o Arkane Austin e Tango Gameworks não estão entre estes.

A posição de Booty em relação ao Tango Gameworks causa mais estranheza, já que o próprio declarou que o Xbox precisa “de jogos menores que nos dêem prestígio e recompensas”, uma definição que corresponde em todos os sentidos a um jogo como Hi-Fi Rush.

Publicidade

Segundo Jill Braff, diretora da ZeniMax Studios, a reorganização da ZeniMax permitiria que ela se concentrasse mais em menos projetos. “É difícil apoiar nove estúdios ao redor do mundo com uma equipe central pequena e uma lista de tarefas cada vez maior”, disse ela, de acordo com a gravação da reunião obtida pela Bloomberg. The Elder Scrolls, Fallout, Starfield e Doom são as principais licenças da ZeniMax hoje.

O fechamento desses estúdios e outras decisões surpreendentes, como o lançamento de Hi-Fi Rush, Sea of ​​​​Thieves, Grounded e Pentiment em consoles concorrentes, são consistentes com uma mudança de estratégia após o crescimento insuficiente do Game Pass. “Em nossos dados, os gastos com Game Pass realmente tiveram seu grande período de crescimento no final de 2019 até o início de 2021 e desde então se estabilizaram”, disse Matt Piscatella, da consultoria Circana. “A compra de jogos e conteúdo complementar, bem como modelos gratuitos, continua sendo o método preferido pelos consumidores dos EUA para acessar videogames, pelo menos por enquanto”.

Segundo fontes do jornalista do The Verge, a Microsoft ainda está discutindo se deve ou não incluir os jogos Call of Duty na assinatura do Xbox Game Pass. Internamente, há questionamentos se a Microsoft teria mais a perder do que a ganhar, ou seja, se Call of Duty traria mais dinheiro na forma de novas assinaturas do Game Pass ou pelo meio da venda direta. “Me disseram que a Microsoft também considerou aumentar novamente o preço do Game Pass Ultimate”, acrescentou o repórter do The Verge.

Os planos da Microsoft devem ficar mais claros após a grande apresentação Xbox Showcase de junho, que pode ser a ocasião para apresentações de novos jogos na série Gears of War e Doom. Os planos de curto prazo do Xbox incluem a expansão Starfield Shattered Space em setembro, o próximo Call of Duty no final de outubro, Avowed e Microsoft Flight Simulator 2024 em Novembro e Indiana Jones e o Grande Círculo em dezembro. Previsto para 21 de maio, Senua’s Saga: Hellblade 2 seria também um dos jogos que a Microsoft estaria considerando lançar no PlayStation 5.

O post Microsoft pode fechar outros estúdios do Xbox, segundo jornalistas americanos apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.