Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Presidente da Capcom diz que jogos deveriam ser mais caros

Ainda praticando o preço padrão da antiga geração para seus lançamentos, de US$ 60, a Capcom parece inclinada a reajustar o valor...

Outer Space|

Presidente da Capcom diz que jogos deveriam ser mais caros
Presidente da Capcom diz que jogos deveriam ser mais caros Presidente da Capcom diz que jogos deveriam ser mais caros

Ainda praticando o preço padrão da antiga geração para seus lançamentos, de US$ 60, a Capcom parece inclinada a reajustar o valor para os US$ 70 mais comuns na atual geração, como insinuou o presidente da empresa em entrevista na Tokyo Game Show 2023.

Falando ao jornal Nikkei, o CEO da Capcom, Haruhiro Tsujimoto, se queixou do aumento do custo de desenvolvimento de jogos e disse que os preços dos jogos atualmente são baixos, mas deveriam refletir esses custos crescentes.

“Pessoalmente, sinto que os preços dos jogos estão muito baixos”, disse Tsujimoto. “Os custos de desenvolvimento são cerca de 100 vezes maiores do que na época do Famicom (NES), mas o preço do software não subiu tanto”.

“Também é necessário aumentar os salários para atrair pessoas talentosas. Dado que os salários estão aumentando em toda a indústria, penso que a opção de aumentar os preços unitários é uma forma saudável de negócio”.

Publicidade

Embora a maioria das editoras tenha aumentado o preço dos lançamentos AAA para US$ 70 no início da atual geração, a Capcom resistiu e manteve o valor da geração passada. Os dois últimos grandes jogos da produtora, Street Fighter 6 e Resident Evil 4 Remake, custam US$ 60 e são de geração cruzada, ou seja, incluem as versões de PS4 e PS5, ou Xbox One e Xbox Series, em uma mesma compra.

A Capcom também anunciou no ano passado que iria aumentar os salários base dos seus funcionários em 30% e introduzir um novo sistema de bónus baseado em performance.

Publicidade

Na mesma entrevista, Tsujimoto disse que os jogos têm se mostrado imunes à conjuntura econômica e mesmo em tempos de crise o consumo não diminuiu. “A confiança das empresas e os preços altos têm pouco a ver com a indústria de jogos. Assim como a recessão não impede as pessoas de irem ao cinema ou ao concerto do seu artista favorito, os jogos de alta qualidade continuarão vendendo bem”, disse ele. “Mesmo durante o colapso do Lehman Brothers, os jogos venderam bem”.

Embora tenha reclamado do aumento dos custos de produção, o presidente da Capcom pode se dar satisfeito pelo desempenho da empresa, que bateu seu recorde de lucro pelo décimo ano consecutivo em 2023.

O post Presidente da Capcom diz que jogos deveriam ser mais caros apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.